Vítima da criminalidade

Vigilante baleado ao perseguir criminosos morre no Hospital Regional de Araguaína

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

06/05/2017 08h37 - Atualizado há 2 anos
O vigilante que havia sido baleado na cabeça enquanto perseguia dois assaltantes após o roubo de um celular num estabelecimento comercial, no Setor Céu Azul, morreu no Hospital Regional de Araguaína (HRA). Ele foi identificado como Nemilzon Barros, de 32 anos. O crime ocorreu na manhã de sexta-feira (05), quando os assaltantes praticaram o roubo e fugiram em uma motocicleta, mas foram seguidos pelo vigilante. Nemilzon trabalhava em uma faculdade particular e seria namorado da dona do estabelecimento. Na perseguição, houve troca de tiros e Nemilzon ainda conseguiu acertar um dos suspeitos. Roberto Ramos Santos, de 23 anos, estava na garupa da moto, levou três tiros e morreu no local. O comparsa conseguiu fugir. Ainda na troca de tiros, o vigilante foi atingido com um disparo na cabeça. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado em estado grave ao HRA, mas não resistiu. Nas redes sociais, amigos e parentes lamentaram a morte do vigilante. Veja mais http://afnoticias.com.br/roubo-de-celular-termina-com-perseguicao-assaltante-morto-a-tiros-e-vigilante-baleado-na-cabeca/

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.