Coronavírus

Após 10° caso em Palmas, prefeitura deixa áreas públicas na escuridão para evitar aglomeração

A energia foi cortada em três pontos de grande aglomeração na capital.

Por Nielcem Fernandes 511
Comentários (0)

04/04/2020 09h05 - Atualizado há 1 mês
Medida foi adotada pela gestão para evitar aglomeração da população durante a Pandemia

Diante da desobediência de grande parte da população, que insiste em descumprir as leis de isolamento social decretadas pela Prefeitura de Palmas, e do aumento do número de casos de coronavírus (covid-19), a gestão municipal teve de adotar duras medidas para tentar conter o avanço do vírus.

Na noite desta sexta-feira (03), a prefeitura suspendeu o fornecimento de energia elétrica em três pontos de grande aglomeração na capital nos últimos dias: Praia da Graciosa, Parque dos Povos Indígenas e Ginásio Ayrton Senna. Estes locais são bastante procurados pela população para a prática de exercícios físicos e atividades de recreação.

A gestão confirmou que a medida foi adotada como forma de prevenção ao coronavírus e não informou por quanto tempo as luzes vão continuar apagadas.

Vídeo

NOVO CASO

Um novo caso da covid-19 foi confirmado em Palmas nesta sexta-feira (3). A paciente é uma mulher de 31 anos que não tem histórico de viagem. Conforme a Secretaria Municipal da Saúde, ela teve contato com outro caso confirmado em Palmas e apresentou os sintomas clássicos da doença, mas não foi hospitalizada.

Agora o Tocantins tem 13 casos confirmados de pacientes infectados pelo novo coronavírus, sendo 10 registrados em Palmas e 3 em Araguaína.

Nesta sexta, o Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen) realizou 23 exames para covid-19.

VÍDEO

https://youtu.be/6R1f_u4w654

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.