Norte do Estado

Após pressão, prefeita aumenta salário previsto para professores em concurso

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

06/12/2017 15h30 - Atualizado há 2 semanas
Após a repercussão negativa de uma proposta de concurso público prevendo baixo salário para professores especialistas, a prefeita do Município de Santa Terezinha do Tocantins, Itelma Belarmino (PMDB), recuou e elevou a remuneração prevista para o cargo. O projeto que autoriza o certame está tramitando na Câmara Municipal de Vereadores e previa salário de apenas R$ 2,1 mil para professor de educação inclusiva, professor de português e pedagogo, abaixo do piso nacional, que é de R$ 2.298,50. Com a nova proposta, o salário sobe para R$ 2.475,00. Contudo, a remuneração prevista para o cargo de técnico em enfermagem continua abaixo de um salário mínimo. Já o subsídio para técnico em meio ambiente, técnico em laboratório e monitor de educação é de R$ 937. A proposta inicial deixou a oposição revoltada na Câmara. Inclusive o vereador Diogo Coelho (DEM) encaminhou ao Ministério Público Estadual ofício solicitando a intervenção do órgão. O parlamentar denunciou também que muitos cargos terão vagas em número inferior à demanda do município. Segundo ele, a intenção é deixar margem para contratos temporários. O projeto deve entrar em pauta de votação ainda nesta semana, conforme o vereador. VEJA MAIS http://afnoticias.com.br/prefeita-propoe-concurso-publico-com-salario-abaixo-do-piso-nacional-para-professores/ http://afnoticias.com.br/prefeita-e-denunciada-ao-mpe-apos-propor-concurso-com-baixo-salario-a-professores/

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.