Crime em agosto de 2018

Assassinato do prefeito de Miracema está prestes a ser desvendado, acredita família

Irmão do ex-prefeito conversou com delegado que investiga o caso.

Por Redação 5.372
Comentários (0)

01/06/2022 15h21 - Atualizado há 2 anos
Moisés Costa foi o prefeito mais bem votado do Brasil nas eleições de 2016

Um dos irmãos do ex-prefeito de Miracema do Tocantins, Moisés da Sercon, foi recebido na Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa de Palmas, na segunda-feira (30), para conversar sobre as investigações do assassinato. O prefeito foi morto a tiro em agosto de 2018.

Fidel Costa conversou com o delegado Luciano Castro, que está substituindo o titular Guido Camilo, que está de férias.

A família do ex-prefeito vem incansavelmente  lutando por justiça e colaborando com as investigações nestes quase quatro anos. Fidel Costa afirmou estar otimista com a elucidação do crime que chocou todo o estado.

"Nos últimos meses, a equipe de investigadores têm afirmado para a família que o caso será resolvido ainda este ano, e que inclusive podemos ter novidades bem antes do mês de agosto, quando completará quatro anos do assassinato brutal e covarde do prefeito mais bem votado do Brasil, proporcionalmente", observou. Moisés da Sercon foi eleito no pleito de 2016 com 84,62% dos votos válidos.

Fidel conta que quando a atual gestão da Secretaria de Segurança Pública assumiu, houve uma audiência com o secretário que colocou a equipe à disposição para o desempenho do trabalho. Segundo o irmão do ex-prefeito, uma equipe de especialistas com estrutura necessária foi montada e o caso andou.

"Não existe crime perfeito e o caso será concluído, não tenho dúvida. Foi difícil ver investigadores sendo afastados do caso e a falta de estrutura fazia vergonha durante a gestão passada. Denunciamos nos meios de comunicação por várias vezes, fizemos manifestações e semanalmente acompanhamos o caso cobrando a elucidação. Porque para a família, a perca não foi só do político, foi do ente querido, do ser humano e a dor e o vazio ficam para sempre", destacou Fidel, que agradece a todos pelas manifestações de apoio dentro e fora do estado.

A viúva de Moisés, Camila Fernandes (MDB), é a atual prefeita de Miracema. Ela derrotou Saulo Milhomem, que era o vice-prefeito na época do crime. 

VEJA TAMBÉM

PRISÃO DE PISTOLEIRO

Em fevereiro do ano passado, a Polícia Civil do Tocantins prendeu, em São José do Xingu, no Mato Grosso, um homem de 51 anos suspeito de envolvimento na morte do prefeito Moisés Costa da Silva.

Conforme a 1ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (1ª DHPP de Palmas), o homem preso é suspeito de praticar homicídios por encomenda no Tocantins e no estado do Maranhão. Ele foi localizado em São José do Xingu após investigações dos agentes tocantinenses.

Segundo o delegado da 1ª DHPP, o suspeito já é condenado por homicídio no Maranhão e as investigações apontaram o envolvimento dele na morte do prefeito Moisés Costa.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.