Dinheiro

Caixa libera empréstimo consignado com garantia do FGTS e juros de no máximo 3,5%

Essa linha de financiamento estará à disposição de 36,9 milhões de trabalhadores com carteira assinada.

Por Nielcem Fernandes 964
Comentários (0)

27/09/2018 12h46 - Atualizado há 1 ano
O produto foi anunciado em abril do ano passado, mas não estava sendo oferecido.

Trabalhadores do setor privado podem utilizar, a partir desta quarta-feira, dia 26, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como garantia para empréstimos consignados na Caixa Econômica Federal. Apesar disso, o banco ainda não divulgou as regras desta linha de crédito.

Os juros, segundo o governo, não vão poder ultrapassar 3,5% ao mês, e o prazo de pagamento será de 48 meses. Segundo o Ministério do Trabalho, essa linha de financiamento estará à disposição de 36,9 milhões de trabalhadores com carteira assinada.

O produto foi anunciado em abril do ano passado, mas não estava sendo oferecido. De acordo com as regras, os valores deste empréstimo dependerão de quanto os trabalhadores têm depositado em suas contas vinculadas de FGTS.

Mais de 36 milhões de trabalhadores poderão tomar crédito

A Caixa vai liberar o acesso ao sistema com informações do Fundo de Garantia do trabalhador para os bancos privados. As instituições financeiras passarão a fazer uma consulta prévia para apurar a margem consignável de cada trabalhador no FGTS (o quanto cada um pode comprometer com o pagamento do empréstimo).

As empresas privadas interessadas em que seus trabalhadores tenham acesso a essa linha de empréstimos devem se conveniar a um dos bancos integrantes do sistema implantado pela Caixa. Os juros serão mais baixos pela garantia de 10% do valor do FGTS do trabalhador tomador de crédito, mais o valor referente aos 40% de uma eventual multa rescisória por demissão sem justa causa.

Com as mudanças, o governo espera que os juros do crédito consignado oferecido à iniciativa privada possam se aproximar das taxas médias praticadas atualmente pelo mercado para os servidores públicos (de 1,75% ao mês).

(Com Extra.com)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.