Tensão

Caminhoneiros rejeitam auxílio de Bolsonaro e greve está mantida: 'piada de mau gosto'

A categoria exige que o Governo faça uma revisão da política de preços.

Por Redação 2.810
Comentários (0)

22/10/2021 10h21 - Atualizado há 1 mês
Caminhoneiros durante greve, em 2018

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou, nesta quinta-feira (21/10), um ‘auxílio diesel’ no valor de R$ 400,00 para 750 mil caminhoneiros, numa tentativa de arrefecer os ânimos da categoria.

O anúncio foi realizado à tarde, em Pernambuco, onde o presidente cumpre agenda. Ele não disse de onde vai tirar os recursos nem a partir de quando o benefício será pago. À noite, na tradicional live de quinta-feira, ele afirmou o valor, que pode pode custar R$ 3,6 bilhões ao longo de 12 meses. 

No entanto, a tentativa do presidente pode sair frustrada. Conhecido popularmente como Chorão, o caminhoneiro Wallace Landim, presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores, chamou a ajuda oferecida por Bolsonaro de ‘piada de mau gosto’ e explicou que o valor não atende nenhuma das reivindicações da categoria.

Em nota, o diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte e Logística, Carlos Alberto Litti Dahmer, afirmou que “Ao invés de tratar a causa, quer tratar o efeito colateral dela. É preciso extirpar o mal dessa política errada da Petrobrás que começou no governo Temer e segue no governo Bolsonaro”.

Greve mantida para o dia 1/11

A paralisação nacional dos caminhoneiros autônomos e celetistas está mantida para o dia 1º de novembro e é organizada pela CNTTL, Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) e pela Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores (ABRAVA).

Entre as reivindicações, a categoria exige que o Governo Federal faça uma revisão da política de preços da Petrobras, para que seja cobrado um preço que os caminhoneiros brasileiros possam pagar o óleo diesel, além de atualizar a tabela de Piso Mínimo de Frete, ante ao gatilho do aumento do diesel que já ultrapassa o determinado em lei.

VEJA MAIS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.