PAI

Casos de Covid em crianças saltam 650% em hospital de Araguaína; veja sintomas mais comuns

Vacina está disponível em várias Unidades Básicas de Saúde.

Por Redação 1.394
Comentários (0)

16/02/2024 16h08 - Atualizado há 2 meses
Pronto Atendimento Infantil de Araguaína (PAI)

O Pronto Atendimento Infantil de Araguaína (PAI) registrou um aumento de 650% no número de testes positivos para casos de Covid-19 em crianças na comparação entre os meses de dezembro de 2023 e janeiro de 2024. Os dados são do Núcleo de Vigilância Epidemiológica (NVE) da unidade.

No PAI, em dezembro de 2023, foram realizados 11 testes e, destes, dois tiveram resultado positivo para a doença. Já no mês seguinte, janeiro de 2024, o número de testes saltou para 35, com confirmação da doença em 13 crianças.

No Hospital Municipal de Araguaína (HMA), foram realizados 16 testes em dezembro de 2023, com positivação da doença em uma criança. Já no primeiro mês de 2024, com 11 testes realizados, o número de pacientes infantis com Covid-19 subiu para dois.

A Covid-19 infantil

A doença pode se manifestar de diversas maneiras nas crianças. Os sintomas mais comuns incluem febre, tosse, dificuldade para respirar, dores de cabeça, cansaço extremo, problemas gastrointestinais, como dor de barriga, náusea, vômito e diarreia.

Outras queixas incluem perda de paladar, olfato e sintomas de resfriado. Em alguns casos, podem surgir complicações mais graves que podem levar a criança ao óbito. 

Embora a maioria das crianças infectadas apresente sintomas leves, é crucial monitorar atentamente qualquer sinal de desconforto respiratório.

A médica pediatra Gabriela Garcia de Moura destaca a importância da vigilância dos pais e responsáveis. "Os cuidadores devem estar cientes dos sinais e sintomas da Covid-19 em crianças, observando de perto qualquer mudança no estado de saúde. Em caso de suspeita, é fundamental levar a criança ao PAI para realizar o teste", alerta a médica.

Comportamentos de risco

A pediatra aponta que evitar aglomerações, manter medidas de higiene e o uso de máscara facial quando estiver com sintomas gripais são medidas fundamentais para prevenir a disseminação do vírus entre as crianças.

“A Covid-19 ainda é uma realidade que devemos enfrentar com responsabilidade. Evitar a exposição desnecessária é muito importante para proteger as crianças e também os adultos, especialmente em ambientes de maior risco", acrescenta.

É importante destacar que a vacinação, quando disponível e indicada, é uma ferramenta essencial para prevenir casos graves. Além disso, manter ambientes bem ventilados e promover práticas de higiene rigorosas são medidas que toda a comunidade deve adotar.

Vacinas disponíveis

Por determinação do Ministério da Saúde, a vacina infantil contra Covid-19 passou a integrar o Calendário Nacional de Vacinação Infantil. O imunizante está disponível para crianças de seis meses a cinco anos de idade em seis Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Araguaína.

Os pais ou responsáveis podem levar a criança (de posse da carteirinha de vacinação do menor, CPF e um documento com foto), das 7 às 19 horas, na UBS Setor Araguaína Sul (Araguaína Sul), UBS Setor Alto Bonito (José Rezende), UBS Setor Noroeste (Albeny soares) e UBS Setor Vila Aliança (Dr. Francisco).

Já as UBS Setor Dom Orione (José Ronaldo) e UBS Setor Lago Azul (Lago Azul) estão em funcionamento das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30. 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.