Música ao vivo

Cinthia Ribeiro diz que som ambiente com voz e violão nunca esteve proibido em Palmas

Esse tipo de apresentação musical está liberada, mas sem aglomeração.

Por Redação
Comentários (0)

20/10/2020 09h50 - Atualizado há 1 mês
Prefeita recebeu um documento dos músicos com as reivindicações da categoria

A prefeita e candidata à reeleição Cinthia Ribeiro (PSDB) disse que a Prefeitura de Palmas nunca proibiu o som ambiente com voz e violão durante a pandemia de covid-19, mas desde que não ocorra aglomeração.

Em reunião com representantes dos músicos nesta segunda-feira (19), Cinthia recebeu um documento pedindo a liberação dos eventos culturais na capital.

"Em nenhum momento proibimos o som ambiente, mas os shows e aglomerações sim. Estamos seguindo um protocolo de reaberturas e flexibilizações. Faremos uma análise de 15 dias desde a publicação da última flexibilização, no dia 9 de outubro. Se não ocorrer o crescimento nos casos de Covid-19, partiremos para uma próxima etapa do nosso plano”, detalhou Cinthia. 

A classe foi representada por Jeremias Moreira, presidente da Ordem dos Músicos do Brasil no Tocantins; Eduardo Andrade, representante do Conselho Estadual de Políticas Culturais na cadeira de música; e Bruno Barreto, do Sindicato dos Músicos do Tocantins.

A Ordem dos Músicos entregou para a Prefeita uma cópia dos Protocolos de Segurança no Trabalho em Música no Estado do Tocantins, para ser analisado pela gestora. O documento foi elaborado para o retorno musical de forma segura e preventiva durante a pandemia. 

Edital Aldir Blanc

Até o final de outubro, será publicado o Edital referente a Lei Aldir Blanc para a seleção dos artistas que receberão o recurso. O Decreto Municipal que regulamenta a aplicação dos recursos da Lei Aldir Blanc, para ações emergenciais destinadas ao setor cultural, está publicado no Diário Oficial do dia 2 de outubro.

O subsídio mensal previsto tem valor mínimo de R$ 3 mil e máximo de R$ 6 mil.  Somando a isso, novos recursos serão liberados graças às emendas parlamentares do senador Eduardo Gomes. 

Liberação de recursos

Palmas foi a única cidade do Tocantins a liberar recursos para auxiliar os artistas nesse momento de pandemia, por meio do projeto Palmas Curte Arte em Casa. Foram contemplados 150 projetos em três etapas, cada um recebendo cachê de R$ 2 mil, somando um total de R$ 300 mil investidos diretamente nos artistas locais.

“As estratégias em curso estão sendo pensadas dentro de um limite e da quantidade de pessoas, para que não ocorra aglomerações. A liberação da música ao vivo já estava prevista no plano de retomada, sendo uma das últimas etapas do cronograma. Já é compromisso nosso suspender em 2021 as taxas de ocupação de espaço público e autorização de som ao vivo. Teremos grandes eventos que movimentarão o comércio e a cena cultural na cidade”, ressaltou a Prefeita Cinthia.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.