Araguaína

Colégio promove torneio com IA e estimula habilidades matemáticas e científicas dos alunos

Evento contou com a participação de mais de 200 alunos da unidade escolar.

Por Redação
Comentários (0)

04/11/2023 10h25 - Atualizado há 7 meses
Colégio Jardim Paulista

A primeira edição do Torneio MathScience, organizado pelos professores de Matemática e Ciências da Natureza do Colégio Estadual Jardim Paulista, em Araguaína, ocorreu no último dia 28 de outubro.

Com uma proposta inédita, o evento contou com um formato diversificado que incentivava o trabalho em equipe e promoção de habilidades que foram além do desenvolvimento de conhecimentos matemáticos e científicos. Atrelando tecnologia e linguagem digital, o 1º Torneio MathScience gerou a competição entre alunos das primeiras e segundas séries do ensino médio, e contou com o suporte dos alunos das terceiras séries que desempenharam a função de fiscais, publicitários e monitores.

A proposta, que era uma atividade optativa para os alunos do ensino médio, contou com a participação de mais de 200 alunos da unidade escolar, foi realizada por meio da plataforma googleforms e divulgada no ambiente escolar por meio de QrCodes e nos diferentes meios de comunicação da escola.

No torneio, os estudantes tinham prazo limitado para realização da inscrição para o evento. A ideia de estabelecer prazos e regras bem definidas nessa primeira etapa foi trabalhar o senso de responsabilidade, escassez e necessidade do cumprimento de prazos, habilidades de extrema relevância para a formação social dos educandos.

Com provas ocorrendo simultaneamente em diversos ambientes da unidade escolar, o torneio trouxe um novo conceito para montagem de equipes, a utilização da IA para a seleção dos competidores, que, após o encerramento das inscrições, gerou em tempo real quatro equipes que reuniram competidores das primeiras e segundas séries de diferentes turmas e períodos sem qualquer interferência humana. Isso foi visto não só como algo inovador, mas também como um ponto positivo que gerou a interação entre os alunos, como relata um dos alunos da turma 33.04 na função de suporte e um aluno da turma 23.02 como competidor.

“Gostei muito do evento, principalmente, por ter proporcionado interação entre pessoas que, apesar de estudarem na mesma escola, não interagiam tanto entre si. O torneio foi ótimo, dando pódio para aqueles que se esforçaram, dando uma chance para nós provarmos nosso valor. Achei o torneio maravilhoso e o que eu mais gostei foi ter reunido alunos do turno matutino com os do período da tarde para trabalhar em equipe”, disse.

16 provas

Com 16 provas que envolviam estratégia, habilidade, conhecimentos gerais e específicos, além de muito uso de tecnologia por meio de plataformas como o Kahoot e criação de “Caça ao tesouro” utilizando QRcodes, os games elaborados objetivaram proporcionar a participação integral dos alunos, e para isso, seguiu a seguinte estrutura: Cada professor seria responsável pela elaboração de uma prova. Cada prova deveria contar com fiscais e monitores, que seriam os alunos das turmas de terceira série, além dos publicitários, que fariam a divulgação das provas antes e durante o evento.

Buscando utilizar de elementos surpresas, as provas foram mantidas em sigilo até a finalização das inscrições e montagem das equipes, o que gerou muita curiosidade e euforia entre os competidores.

A divulgação ocorreu por meio da montagem de vídeos que simulavam como aconteceria cada uma, evidenciando as regras, objetivos e quantidade de jogadores necessários. Tais vídeos de divulgação foram produzidos pelos alunos publicitários do evento, que superaram as expectativas por meio do desenvolvimento de materiais criativos e bem elaborados.

UFNT

Além dos professores, alguns alunos da Universidade Federal do Norte do Tocantins  (UFNT) contribuíram com o evento através da elaboração e condução de provas. Tais alunos são estagiários de matemática e bolsistas do Programa Residência Pedagógica de Biologia, que tem como núcleo a unidade escolar.

Premiação

Ao final do evento, foram premiadas não só as equipes que melhor pontuaram em cada uma das provas, como também 12 alunos destaques indicados pelos fiscais de cada uma delas, recebendo medalhas; e melhores monitores de equipe, que receberam troféus.

Competição inovadora

Ao pensar o evento nesse formato, a professora de Física da unidade escolar, Alana Cruz, quem encabeçou o torneio, buscou incentivar a participação dos alunos em uma competição inovadora que proporcionasse diversos tipos de aprendizagem que contribuíssem de maneira integral para a formação dos alunos, além de despertar neles o espírito de competição saudável, criatividade, unidade e garantir mais uma lembrança positiva desse período escolar.

Tais fatos são evidenciados através das falas de alguns alunos. “Foi algo muito interessante, todos se esforçaram e de alguma maneira tiveram de aprender e estudar para ter sucesso nas provas, então eu acho que foi uma forma de aprendizado mais complexo e organizado além de que todos ali passaram a se conhecer melhor e se unir para ganhar. Eu gostei muito do grito de guerra, o esforço que tiveram e as criatividades de cada time!”, disse um aluno da turma 13.02.

“O torneio em si foi algo muito diferente e, mesmo não querendo ir, não me arrependo e digo que amei o torneio e a maneira como cada membro da equipe foi paciente e se respeitou mesmo não conhecendo alguns”, afirmou outro estudante da turma 23.01.

“Foi incrível ser suporte e trabalhar juntamente com meus amigos e professores nesse tão esperado evento, onde os veteranos comandam os participantes dos jogos apoiando, julgando e gravando tudo que acontece. Não poderíamos deixar de participar desse momento não só por causa de pontuações, mas também para aproveitar um dos últimos momentos na escola. Eu até me emocionei porque, quando eu estiver a muito tempo depois desse dia, eu lembrarei que valeu a pena e vou ver a foto e recordar cada momento desse dia incrível”, frisou uma aluno suporte.

A estrutura e todos os materiais produzidos antes e após o evento podem ser visualizados aqui, bem como por meio da página da escola no instagram (@falacejap)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.