Produção de peixes

Com apoio do Senar, piscicultor adota estratégia arriscada e obtém lucro acima do esperado

Assistência técnica do sistema Senar foi importante para alcançar o resultado.

Por Redação 587
Comentários (0)

15/02/2023 10h39 - Atualizado há 1 ano
Piscicultor contou com a assistência técnica do Senar-TO

O piscicultor Rubinélio Paiva é um exemplo de superação. Do povoado de Imbiral, em São Miguel do Tocantins, o produtor vem sendo assistido pelo programa de assistência técnica e gerencial do Senar há dois anos. Na última safra, mesmo fazendo a comercialização dos peixes fora do período tradicional e elevando os custos de produção, ele conseguiu obter resultados acima do esperado.

Na safra de 2022, com a alta oferta de pescado no mercado, o produtor não conseguiu um preço satisfatório para a produção. A estratégia foi segurar os peixes nos tanques por mais algum tempo, na expectativa do cenário mudar. Apesar de arriscada, a ideia deu certo. Os custos aumentaram, mas os ganhos valeram a pena. Comparada à safra anterior, o piscicultor conseguiu ganhar R$ 1,94 a mais por kilo do produto vendido.

Segundo o zootecnista e supervisor da ATEG/Senar na região, Vicente Neto, um dos fatores que contribuiu para o excesso de oferta ao final da safra foram as enchentes no rio Tocantins. Ele explicou que muitos ribeirinhos conseguiram pegar peixes que escaparam dos tanques de cultivo que transbordaram. A oferta subiu e o preço despencou.

EVOLUÇÃO

A evolução nos números da propriedade é nítida. Segundo levantamento feito pelo Senar, por conta do maior valor no preço comercializado, o produtor elevou a margem bruta por kg vendido do pescado de 41,26% em 2021/22 para 45,02% na última safra.

 O técnico responsável pelo acompanhamento da propriedade, Wilkinson Vinícius, relata que outro feito do trabalho realizado na propriedade de Rubinélio foi a redução do tempo dos peixes para ficarem em condições de comercialização. E essa prática garante a realização de até duas safras no ano.

O piscicultor também fez a parte dele. Ele investiu mais na produção e comprou um aerador para os tanques. Animado com os resultados e a assistência técnica do Senar, o piscicultor pretende comprar uma nova área porque quer aumentar o número de tanques.

O técnico de campo destacou, contudo, que apesar do sucesso no caso de Rubinélio, a prática de “segurar” a produção não costuma ser a melhor saída por conta da elevação dos custos. Atualmente, o sistema atende cerca de 30 produtores na região, fora os que estão no cadastro reserva.

Produtor comemora resultados da safra

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.