Mudanças no Legislativo

Com decisão do TSE, efeito cascata tornará Luana Ribeiro presidente da Assembleia

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

22/03/2018 13h48 - Atualizado há 9 meses
A deputada estadual Luana Ribeiro (PDT) será, interinamente, a nova presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins (AL). Com a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), proferida nesta quinta-feira (22), em Brasília, que definiu pela cassação imediata do governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice Cláudia Lelis (PV), o então presidente da AL, Mauro Carlesse (PHS), assumirá o Governo Estadual até nova eleição. Caso o deputado venha a renunciar para disputar o Palácio Araguaia, Luana Ribeiro, atualmente vice-presidente da Assembleia, será então a presidente oficial da Casa. Conforme o Art. 15 § 3º, do regimento interno da Assembleia, que trata da extinção do mandato da Mesa Diretora, "sobrevindo a vacância depois da metade do mandato, o preenchimento da vaga far-se-á com a investidura do substituto legal", no caso, Luana Ribeiro. No caso de provável renúncia de Carlesse, outra deputada que seria alçada a um novo patamar é a suplente Solange Duailibe (PR), que assumiria até dezembro uma cadeira no parlamento. É o efeito 'cascata', causado pela decisão do TSE.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.