SAMU

Com obras avançadas, nova base do Samu de Araguaína vai garantir atendimento a outras cidades

Nova sede permitirá a ampliação dos serviços para outros municípios da região.

Por Redação 930
Comentários (0)

15/02/2024 08h27 - Atualizado há 3 meses
Com dois pavimentos (superior e térreo), o projeto arquitetônico prevê mais de 30 salas

As obras da nova base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) em Araguaína, chegam à fase final de execução, com 75% já concluídas.  Aproveitando parte do antigo prédio da Feirinha, na Avenida Filadélfia, a sede tem previsão de conclusão no final do mês de abril e irá oferecer um espaço próprio, moderno e que permite a ampliação dos serviços para outros municípios da região macronorte do Estado.

“Vamos entregar uma estrutura totalmente readaptada ao serviço, móveis e aparelhos de ar-condicionado novos. É o mínimo que o município de Araguaína pode fazer para que os profissionais tenham mais dignidade para, quando acionados, prestarem um serviço de excelência”, comentou a secretária da Saúde de Araguaína, Ana Paula Abadia.

Atualmente estão em execução os serviços de finalização das instalações elétricas, com colocação de luminárias, tomadas e finalização dos quadros de distribuição, bem como finalização das instalações de SPDA (Sistema de proteção contra descargas atmosféricas) e instalações lógicas.

Além da instalação e pintura de forro de gesso nos ambientes internos, já em execução, estão sendo iniciadas a pintura interna e externa do prédio, instalação do piso intertravado do pátio e construção das calçadas laterais do prédio, além do polimento do piso de granito existente no prédio.

Conheça a estrutura

Com dois pavimentos (superior e térreo), o projeto arquitetônico prevê mais de 30 salas distribuídas em uma área construída de 1.254,82 metros quadrados.

No térreo, haverá a garagem com capacidade para 11 veículos (ambulâncias e motolâncias), salas para TV, repouso, estudo e de uso recreativo, dispensas que guardarão materiais, equipamentos e produtos de limpeza, banheiros feminino e masculino, rouparia, copa, refeitório, espaço para o descarte de resíduos infectantes e ainda uma CME (Central de Materiais Esterilizados).

Na parte superior do prédio funcionará toda a área administrativa, com 17 cômodos reservados para a regulação médica, repouso dos profissionais, banheiros, salas destinadas para enfermagem, coordenação, administração e almoxarifado. No local também terá o Núcleo de Educação em Urgência (NEU), sala de Tecnologia da Informação (TI), laboratório de práticas, sala para a equipe de rua e um auditório.

A área externa comportará o depósito de resíduos comuns e contaminados conforme determina as normas sanitárias vigentes, abrigo para a instalação do futuro gerador de energia, estacionamento, espaço com sistema de separação de água e óleo, atendendo aos requisitos da legislação ambiental para a lavagem das ambulâncias, além de uma oficina, depósito de materiais e guarita com o controle de entrada e saída.

Atendimento e regionalização do SAMU de Araguaína

Por ser referência no atendimento médico-hospitalar na região e possuir, de acordo com o Ministério da Saúde, todas as características necessárias, Araguaína trabalha para regionalização do SAMU já com a solicitação de outros municípios da região em análise. Oito cidades iniciaram o processo de regionalização, dos quais Guaraí e Filadélfia já foram aprovados.

Atualmente estão em execução os serviços de finalização das instalações elétricas

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.