Índice de 11%

Correção salarial dos servidores de Araguaína está comprometida devido "queda na receita", afirma Dimas

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

09/03/2016 17h52 - Atualizado há 1 mês
Agnaldo Araújo //AF Notícias Os servidores públicos do Município de Araguaína (TO) correm o risco de não terem os salários corrigidos em 2016, no percentual de 11%, pois, segundo o prefeito Ronaldo Dimas (PR), a receita apresentou uma "significativa queda", principalmente em virtude da diminuição dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do ICMS. A informação foi repassada pelo próprio prefeito ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Araguaína (Sisepar), em reunião na última segunda-feira (07/03). Estiveram no encontro o presidente do Sindicato, Carlos Guimarães, o secretário Dílson Junior e o tesoureiro José Bergonsil.  Na reunião foram discutidos assuntos como a percentual de correção salarial da data-base para 2016 e também o Plano de Cargo, Carreira e Remuneração (PCCR). Durante a reunião, o Sisepar relatou ao gestor que no dia 18 de janeiro de 2016 foi protocolado na Secretaria de Administração e no gabinete requerimentos informando o percentual data-base proposto pelo Sindicato, seguindo o índice apurado pelo INPC, de 11%. De acordo com o Sisepar, os representantes do sindicato deixaram claro que a entidade não concorda com outra proposta. “O servidor publico não pode ser penalizado por culpa alheia”, afirmou. Em relação ao Plano de Carreira, o projeto encontra-se finalizado, faltando somente alguns servidores encaminharem os títulos de escolaridade. “Tratam-se de servidores que se encontram de licença e o sindicato se responsabilizou pelos mesmos. O prefeito pode enviar o plano para a Câmara, pois o número de servidores que resta é irrisório e os demais não podem ficar no prejuízo por causa de um pequeno grupo”, declarou. Essa semana, o presidente Carlos Guimarães, juntamente com o secretário Dílson Junior, vão se reunir com o Secretario de Educação, Jocirley de Oliveira, para viabilizar o envio do Plano de Carreira para a Câmara Municipal de Araguaína. O outro lado Em nota, a Prefeitura de Araguaína, por meio da Secretaria da Fazenda, informou que somente após o fechamento do primeiro trimestre terá parâmetros do comportamento da receita do Município, que foi menor em janeiro e um pouco maior em fevereiro, comparada ao mesmo período do ano passado. "Somente será possível conceder aumento ao funcionalismo se houver aumento da receita", ressalta a nota.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.