À distância

Cursos superiores devem ser implantados em 16 cidades do Tocantins com 2.200 vagas

Universidade Aberta do Brasil vai ofertar 2.200 vagas nos próximos quatro anos.

Por Redação 1.638
Comentários (0)

27/01/2022 08h07 - Atualizado há 3 meses
Reunião foi realizada na sede da ATM

A Secretaria da Educação (Seduc) discutiu em reunião com prefeitos e representantes de 16 municípios, nesta quarta-feira (26), a implantação de novos cursos superiores à distância, desenvolvidos em polos educacionais em diversas regiões do estado do Tocantins, mesmo naquelas onde não tem universidades públicas ou privadas. A reunião foi realizada na sede da Associação Tocantinense de Municípios (ATM).

Cursos superiores em Licenciaturas, além de outros em áreas como Administração, Gestão Pública, já são ofertados em polos educacionais nos Municípios, por meio de parceira que envolve o Ministério da Educação, as prefeituras e a Seduc – essa última representada pela Gerência de Educação à Distância (GEaD). A ação faz parte do programa federal Universidade Aberta do Brasil, e para os próximos quatros anos (2022/2025) estão sendo ofertadas 2.200 vagas.

"Com a discussão, queremos buscar fortalecer essas unidades que levam Ensino Superior aos Municípios, inclusive alguns deles sem universidades públicas ou privadas presentes, além de fomentar a instalação de novos polos em Municípios, bem como de novas graduações”, disse o presidente da ATM e prefeito de Talismã, Diogo Borges.

Polos e cursos

Atualmente, 16 Municípios estão ativos em oferta de Ensino Superior: Alvorada, Araguaína, Araguacema, Araguatins, Arraias, Dianópolis, Cristalândia, Formoso do Araguaia, Guaraí, Gurupi, Mateiros, Miracema, Palmas, Pedro Afonso, Porto Nacional e Taguatinga. Ainda, mais três polos estão autorizados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) a ofertarem os cursos à distancia: Colinas do Tocantins, Paraíso do Tocantins e Xambioá.

Os cursos ofertados são: Administração, Agronegócio, Biblioteconomia, Biologia, Física, Gestão Pública, Letras, Matemática, Música, Pedagogia e Química. São mais de 1.400 alunos cursando graduações, além de 200 estudantes em cursos profissionalizantes e 130 em especialização docente.

Presenças 

Além do presidente da ATM, estiveram presentes o secretário Executivo da Seduc, Edinho Fernandes, os prefeitos José Salomão (Dianópolis) e Pastor João (Mateiros), além de representantes dos demais Municípios e membros da União dos Dirigentes Municipais de Educação do Tocantins (Undime/TO). 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.