Almas (TO)

Escola pública inaugura Sala de Linguagens no Dia da Leitura e professora doutoranda lança livro

Sala será um espaço de leitura e atividades diversificadas.

Por Redação
Comentários (0)

12/04/2024 09h25 - Atualizado há 1 mês
Dia D da Leitura

Notícias do Tocantins -  A Escola Estadual Deoclides Muniz, em Almas (TO), comemorou nesta quinta-feira (11/04) o Dia 'D' da Leitura com uma programação bastante atrativa aos alunos.

Os estudantes foram recepcionados por toda a equipe escolar com música alusiva à leitura e entrega de pequenos textos literários. Logo após, houve várias apresentações com músicas de autoria dos estudantes, poesias, jogral, exposição de cartazes.

De acordo com a Coordenadora de Linguagens, Professora Beathriz Ramalho, “o Dia D da leitura foi voltado especialmente para leituras em ambientes temáticos na unidade escolar, onde os estudantes exploraram diversos gêneros textuais, exposições de obras e produções textuais dos estudantes, com jogos literários, auxílio da tecnologia mediante o uso de Chromebooks, com os jogos temáticos, karaokê e circuito literário com a parceria dos docentes de Educação Física e fortalecendo as habilidades desenvolvidas no 1º Bimestre”.

A programação ainda contou com a inauguração da Sala de Linguagens, que é um suporte para os professores como espaço de leitura e atividades diversificadas.

Para o estudante Carlos Eduardo, “foi um evento muito importante, onde todos entenderam a relevância da leitura. Além disso, contribuiu com a aprendizagem”.

A Orientadora Educacional Flávia Rogéria ressaltou que a leitura é uma ferramenta importante que nos serve como base para outras habilidades. Ela estimula a compreensão e interpretação de texto, melhora a escrita e ainda incentiva a boa comunicação. Quando os estudantes são incentivados à leitura, eles têm um melhor desempenho em outras disciplinas.

Lançamento de livro

A professora Gabriela Magalhães Sabino aproveitou o momento para apresentar aos alunos o livro de sua autoria: "Imagens de cárcere e de encarcerados na voz de estudantes de graduação: uma análise discursiva".

A obra analisa o discurso dos acadêmicos da Universidade Estadual de Goiás, do Câmpus São Luís de Montes Belos, a respeito do cárcere. Foi realizada uma entrevista com vinte acadêmicos para refletir sobre o imaginário dos discentes sobre esse lócus, fundamentado pela Análise de Discurso de linha francesa, além da história da prisões pelos estudos foucaultianos.

A professora de Linguagens, Gabriela Magalhães, explicou que “ a leitura é um instrumento transformador na vida dos estudantes, pois é uma oportunidade de fazer com que eles possam aumentar o seu vocabulário, melhorar a escrita, desenvolver a oratória e criar possibilidades de vivenciar novas narrativas para as suas vidas por meio da viagem que a leitura proporciona”.

Gabriela Magalhães é doutoranda em Estudos Linguísticos pelo Programa de Pós Graduação em Letras e Linguística da Universidade Federal de Goiás (PPGLL- UFG); Mestre em Língua e Interculturalidade pelo Programa de Pós Graduação em Língua e Interculturalidade da Universidade Estadual de Goiás (POSLLI- UEG) - Licenciada em Letras- Português/ Inglês e respectivas literaturas pela Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Escola Estadual Deoclides Muniz em Almas no Tocantins
Inauguração da sala de linguagens
Programa no Dia D da Leitura
A Professora Gabriela Magalhães Sabino apresentou aos alunos o livro de sua autoria
Obra tem como objetivo principal analisar o discurso dos acadêmicos da Universidade Estadual de Goiás

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.