Prevenção

HDT realiza 86 testes rápidos de HIV e sífilis na Defensoria Pública do Estado em Araguaína

Foi distribuído preservativos e material informativo sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs),

Por Redação
Comentários (0)

14/06/2019 08h43 - Atualizado há 2 anos
Ação do HDT na Defensoria Pública

Profissionais do Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT-UFT) realizaram 86 testes rápidos de HIV e sífilis com aconselhamentos se deslocaram na sede da Defensoria Pública em Araguaína e distribuíram também preservativos e material informativo sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), na manhã de quarta-feira (12).

A coordenadora do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) do hospital universitário, Maysa Rafaela Cutrim avaliou a parceria como muito positiva. “A sífilis e o HIV são doenças que tem uma incidência bastante significativa, então precisamos trabalhar a importância da prevenção, e do diagnóstico precoce para um tratamento mais efetivo”.

A ação surgiu por meio de uma demanda da DPE, tendo em vista o fluxo diário do público atendido na instituição. “Solicitamos ao HDT a oferta do serviço com o objetivo de auxiliar essas questões de prevenção de doenças e informação. Nós entendemos que centenas de pessoas passam diariamente na Defensoria e o Núcleo das Minorias e Ações Coletivas (Nuamac), em uma gestão estratégica está procurando sempre auxiliar a população e prioritariamente as pessoas mais vulneráveis”, explicou o defensor público, Pablo Mendonça.

Para a estudante Maria Paula de Araújo, de 22 anos, foi uma oportunidade muito boa de realizar pela primeira vez a testagem. “Vim para defensoria resolver um problema de um processo e já aproveitei para cuidar da minha saúde, acho muito válido pois muitas vezes não temos tempo de ir lá no hospital”, disse.

A realização da atividade é da Divisão de Gestão do Cuidado, por meio das Unidades de Doenças Infectoparasitárias, Multiprofissional e Pronto Atendimento.

Sobre a Rede Hospitalar Ebserh

O HDT-UFT faz parte da Rede Hospitalar Ebserh desde fevereiro de 2015. Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, a os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Exames preventivos ofertados na DPE de Araguaína

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.