Rio Grande do Norte

Jovens tocantinenses participam de famoso encontro matemático do Hotel de Hilbert, em Natal

OBMEP criou o encontro para melhores no Programa de Iniciação Científica Jr (PIC).

Por Redação
Comentários (0)

22/04/2024 14h27 - Atualizado há 1 mês
Após ser premiado, o estudante Brenno passou a ajudar outros alunos que estão no PIC

Notícias do Tocantins - Os estudantes Brenno Quixabeira Câmara Dias, 17 anos, e João Lucas Pereira Santos, serão os representantes do Tocantins na 9ª edição do tradicional encontro do Hotel de Hilbert, em Natal (RN), que ocorrerá a partir desta segunda-feira (22/4) e vai até o dia 25. Os dois alunos foram destaques no Programa de Iniciação Científica Jr (PIC) e medalhsitas na Olimpíada Brasileira de Matemática (OBMEP).

O encontro reúne 165 estudantes representantes de todas as regiões do Brasil, que se destacaram nas atividades do PIC em 2023. Durante os quatro dias, os alunos participarão de gincanas, aulas, palestras e desafios de matemática.

O evento é realizado pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), em parceria com Ministério da Ciência e Tecnologia e da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

A OBMEP abre portas

Brenno cursa a 3ª série do ensino médio integrado com o curso técnico de Mecatrônica, no Instituto Federal do Tocantins. Mas, foi quando estava numa escola da rede estadual que ele conheceu a Olimpíada de Matemática.

“Em 2018, eu estudava na Escola Estadual Gercina Borges Teixeira de Formoso do Araguaia e lá conheci a OBMEP, participei e fui medalhista de bronze. E isso me abriu portas para a participação no PIC e aprofundei muito os meus conhecimentos na área da Matemática, o que me permitiu ganhar duas medalhas de bronze e duas de prata na categoria nacional e uma medalha de ouro na categoria regional”, contou o estudante.

O estudante Brenno explicou que desde a sua primeira medalha até os dias atuais, ele participou de todas as edições do PIC, seja com atividades presenciais ou virtuais. “Foi uma ótima experiência ter aulas com professores e alunos que tem um amor pela matemática. Além disso, a bolsa sempre foi um grande incentivo. Este ano, eu estou participando do programa PIC mentores, o que está me permitindo fazer os cursos semestrais em diversas áreas como física moderna, equações químicas e cálculo. Por isso, posso afirmar com certeza que o PIC exerceu papel importante na minha vida acadêmica”, esclareceu.

Hotel de Hilbert

Em 1925, o matemático alemão David Hilbert apresentou um paradoxo do infinito. Nele, há um hotel com quartos infinitos sempre lotados, com um hóspede em cada quarto. Porém, sempre que chega um novo cliente, o gerente pede que os hóspedes mudem para o quarto ao lado.

Em linguagem matemática, é mais ou menos assim: o hóspede do quarto N pula para o quarto N+1 e assim sucessivamente. Mais conhecido como Hotel de Hilbert, o paradoxo expõe a ideia de que, apesar de sempre estar lotado, sempre há vagas.

Inspirada nessa ideia, a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) criou, em 2011, o Encontro do Hotel de Hilbert (EHH) para os alunos com melhor desempenho acadêmico no Programa de Iniciação Científica Jr (PIC).

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.