Araguaína

Junina Malacabados ensaia cinco vezes por semana em busca do 4º título do São João do Cerrado

Festival será realizado nos dias 28, 29 e 30 de junho, no Parque Cimba.

Por Redação
Comentários (0)

07/06/2024 15h16 - Atualizado há 2 semanas
Junina durante apresentação

Notícias de Araguaína - A junina Malacabados de Araguaína é uma das inscritas para a etapa municipal do tradicional Festival São João do Cerrado, que será realizado nos dias 28 e 29 de junho, no Parque Cimba. A apresentação “O Tesouro do Rei” promete humor e valorização da música popular brasileira por meio da história de Luiz Gonzaga.

Cerca de 60 quadrilheiros estão envolvidos na apresentação, entre dançarinos, costureiras, marceneiros, artesãos, equipe de teatro, profissionais de apoio e suporte da organização e diretoria geral. A junina se dedica aos ensaios cinco vezes por semana, somando mais dez horas de treino, até o dia da apresentação.

“O São João do Cerrado é a competição mais importante e emocionante para toda a Junina Malacabados. É uma oportunidade que temos de mostrar a todos o resultado do trabalho realizado durante os seis meses que antecedem os festejos juninos. E não abrimos mão de estar junto com a família e entes queridos durante os nossos ensaios”, comenta Gustavo André Martins, diretor da Malacabados.

O enredo
 
O título escolhido pelos quadrilheiros, "O Tesouro do Rei", está relacionado com o fundador do município Raimundo Melo Rego de Barros, que escondeu tesouros deixados pelo “Rei do Baião”, e o seu tataraneto Antônio, o noivo dessa história, que tem a missão de encontrá-los.

“É um tema alegre e lúdico que também trará para nós a importante contribuição de Luiz Gonzaga na cultura do povo brasileiro. Vamos retratar o momento que, em sua maestria, ele decidiu juntar a sanfona, o triângulo e a zabumba, formando o trio de forró que fez e faz muito sucesso até os dias de hoje”, explicou Gustavo.

Enquanto isso, Preciosa, filha do prefeito de Raimundo Melo precisará encontrar um homem rico para se casar e agradar o seu pai e os eleitores dele. Juntos, noivos participarão dessa jornada guiados pelo padre da cidade, que os ajudam marcando a quadrilha que os acompanha.

Histórico nos festivais

Em 2015, a junina foi campeã do Festival São João do Cerrado pela primeira vez e, no mesmo ano, também levou o título de campeã do 28º Cidades Frente a Frente, em Conceição do Araguaia, no Pará. Em 2016, foi bicampeã do São João do Cerrado, bicampeã do 29º Cidades Frente a Frente e campeã pela primeira vez nas cidades de Ourilândia do Norte e Redenção, ambas no Pará.

Em 2018, conquistou pela terceira vez o primeiro lugar do festival de Araguaína, foi também vice-campeã do 31º Cidades Frente a Frente e vice-campeã na cidade de Redenção.

Em 2019 foi mais uma vez vice-campeã do 32º Cidades Frente a Frente e, em 2022, vice-campeã estadual, representando o Estado do Tocantins no XIII Arraiá Brasil, em Brasília (DF). No dia 1º de junho, a junina levou mais um título para casa no festival de Conceição do Araguaia (PA), se tornando tricampeã da cidade.

Tema será o O Tesouro do Rei
Fazem parte da Junina Malacabados cerca de 60 pessoas

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.