Bandeirantes

Justiça manda prefeitura reabrir escola que foi fechada após 40 anos de funcionamento

Escola fica na zona rural e atende cerca de 80 alunos.

Por Redação 782
Comentários (0)

07/02/2023 17h38 - Atualizado há 1 ano
Cidade de Bandeirantes

A Justiça determinou que o município de Bandeirantes do Tocantins reforme a Escola Municipal Vereador Osmar Francisco Gonzaga, situada no distrito de Brasilene (Cantão), e reabra a unidade escolar em até 30 dias.

A decisão é do juiz Jordan Jardim, da Comarca de Arapoema, e atende a uma ação da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) protocolada no mês passado.

O magistrado deferiu o pedido liminar e determinou ao Município a obrigação de reformar e reabrir o colégio, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 (mil reais) até o limite de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais). O prefeito do município é José Mário Teixeira.

Na decisão, ficou determinado que deve ser feita uma reforma na unidade de ensino, dotando-a de estrutura física compatível com as atividades ali desenvolvidas, com a correção de todas as irregularidades.

Nos autos do processo, a Prefeitura de Bandeirantes informou que houve a elaboração do projeto arquitetônico e agora encontra-se no levantamento de quantitativos e elaboração de orçamento para, então, ser feita a licitação para contratar a empresa responsável pela reforma do imóvel.

A escola

De acordo com os levantamentos realizados pelo Núcleo Aplicado das Minorias e Ações Coletivas (Nuamac) da DPE-TO de Araguaína, a Escola Municipal Vereador Osmar Francisco Gonzaga foi fechada em meados de agosto de 2022, sendo que a unidade estava em funcionamento há mais de 40 anos, atendendo à comunidade local com a oferta de turmas de Educação Infantil e do Ensino Fundamental I e II, contemplando, aproximadamente, 80 alunos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.