SETT

Justiça reconduz ao cargo diretor financeiro do SEET; presidente diz que vai recorrer

Por Redação AF
Comentários (0)

02/12/2017 16h34 - Atualizado há 2 meses
O juiz da 2ª Vara do Trabalho de Palmas determinou a recondução imediata do sindicalista Paulo Fernando de Souza ao cargo de diretor financeiro do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem no Estado do Tocantins (SEET), sob pena de multa diária de R$ 2 mil, caso a determinação seja descumprida O diretor financeiro explicou que ajuizou a ação após o seu afastamento do cargo "sem nenhum embasamento legal e de maneira totalmente arbitrária". "Fui destituído do cargo para o qual fui eleito por me declarar oposição ao atual presidente", afirma Paulo. Ainda segundo o diretor financeiro, as justificativas apresentadas pelo presidente do Seet, Claudean Pereira Lima, para o seu afastamento são "infundadas e caluniosas". "Vou buscar na justiça que ele pague pela conduta ilegal que vem tomando frente ao sindicato e acioná-lo judicialmente pelas calunias e difamação que ele vem fazendo em meu nome", declarou. Na decisão, o juiz afirma que "é possível verificar que o procedimento de destituição ou remoção do diretor do cargo deu-se de forma sumária, sem observância mínima das garantias básicas do devido processo legal e do contraditório". A Diretora Geral do sindicato, Celijane Abreu Pereira Ferreira, também foi afastada do seu cargo, mas a Justiça já determinou a sua recondução. O OUTRO LADO O presidente do SEET, Claudean Pereira Lima, afirmou que vai acatar a decisão, porém, apresentará recurso. O sindicalista disse que apenas remanejou Paulo Fernando de função para averiguar ações suspeitas no setor financeiro. “Vamos abrir processo administrativo para apurar a conduta dele. Existe usurpação de prerrogativas porque estava assinando contratos escondido da presidência e da diretoria-executiva”, afirmou o presidente. O presidente contou que em audiência do sindicato foi constatado uma inconsistência em relação a um contrato com uma jornalista, na qual a contratada recebeu os salários antecipadamente. Um total de 14 notas fiscais foram apresentadas até setembro, conta Claudean Lima. “A diretoria questionou isto, o porquê de estar antecipando valores”, afirmou o sindicalista. Segundo ele, um perito contábil está realizando auditoria nas contas e um processo administrativo será instaurado para apurar a conduta do diretor financeiro. Sobre a questão eleitoral, Claudean afirmou que não disputará a reeleição. “Eu nem sou candidato à reeleição. Estão batendo na pessoa errada. Minha preocupação com minha gestão”, afirmou.

Comentários (0)

Mais Notícias

Perigo

Crianças são arrastadas por enxurrada enquanto banhavam em córrego de Palmas

Os garotos tomavam banho no córrego quando foram surpreendidos pela força da água.

Engavetamento

Ônibus perde freios e provoca engavetamento na principal avenida de Araguaína

O engavetamento envolveu um ônibus, um veículo de passeio e um caminhão de pequeno porte.

Ipueiras (TO)

Ex-prefeito é denunciado por não repassar empréstimos consignados aos bancos

Dezenas de funcionários foram lesados e tiveram seus nomes negativados no SPC/Serasa.

Caso Gislane

Mulher é presa suspeita de encomendar morte de jovem por ciúmes do namorado

A PM prendeu Marcela ainda dentro do ônibus quando chegava a cidade de Cristalândia

Animal Silvestre

Tamanduá-bandeira é capturado dentro de casa em Araguaína e solto na natureza

O animal foi colocado numa gaiola e solto em uma área verde próximo à cidade.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.