Nota de Repúdio

Kátia diz que Marcelo 'age como se estivesse acima da lei' ao contratar cabos eleitorais

Por Redação AF
Comentários (0)

30/09/2017 13h01 - Atualizado há 1 mês
Em uma nota de repúdio enviada à imprensa na manhã deste sábado (30), a senadora e pré-candidata ao governo do Estado Kátia Abreu (PMDB) denunciou a contratação de 'cabos eleitorais' feitas, segundo ela, pela atual gestão do Tocantins. De acordo com a senadora, o mesmo governo que não paga a data-base aos servidores, tem voltado o seu foco à contratação de comissionados. Kátia destaca que, de maio a setembro deste ano, mais de 350 comissionados foram contratados pela gestão Marcelo Miranda (PMDB), conforme o Diário Oficial do Estado. "Diante do caos financeiro que se encontra o Estado temos o direito de saber e o Governo a obrigação de informar quem são essas pessoas, onde estão lotadas e quais suas funções. Contamos com o Ministério Público para exigir do Governo explicações", diz a nota de repúdio da senadora. Para Kátia, Marcelo Miranda desrespeita a população com estas atitudes, já que paralelo a isso os tocantinenses ficam desassistidos em diversos aspectos. Como elucida a nota da senadora, mais de 270 pacientes com câncer esperam por cirurgia no Hospital Geral de Palmas (HGP). Ela lembra ainda que o governador é investigado, mas aparenta não dar a devida importância a isso. "Diante de operações e denúncias da PF e do MPF por todo o país e no Tocantins, o Governador não teme nada. Age como se o Estado fosse sua propriedade privada. Como se estivesse acima da lei e das pessoas", ressalta Kátia.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.