Inspiração

Na luta contra o câncer, moradora de Araguaína inspira milhares de pessoas nas redes sociais

Na última semana, uma de suas publicações viralizou na rede social do Padre Fábio de Melo.

Por Redação 1.744
Comentários (0)

23/12/2021 09h29 - Atualizado há 2 anos
Priscila e o padre Fábio de Melo se encontraram no último dia 15

“Eu não sou esse câncer”. Quem entra nas redes sociais da moradora de Araguaína e servidora pública Priscila Oliveira, de 35 anos, encontra essa frase. A foto de perfil mostra o sorriso largo de uma mulher que não se abateu pela doença. Com mensagens de reflexão, fé e relatos diários do tratamento contra o câncer, ela tem influenciado e alcançado mais de 41 mil seguidores.

Na última semana, uma de suas publicações viralizou na rede social do Padre Fábio de Melo. Ele publicou um vídeo dela, chorando e cantando, após descobrir a morte da amiga Rafaella Cerqueira, que também era de Araguaína e lutava contra a doença.

"Foi um momento dolorido, fiquei sem saída. Na época, eu estava muito debilitada por causa do tratamento, estava na casa da minha mãe em Cristalina (GO), não dava para ir em Araguaína acompanhar o velório. Chorei muito, não sabia o que fazer, minha alternativa era louvar a Deus, mesmo na minha dor", contou Priscila.

Segundo ela, a publicação foi o começo de uma grande amizade com o padre Fábio de Melo. O encontro com o padre foi realizado em Brasília (DF), no último dia 15, por meio de um jantar beneficente e em comemoração dos 20 anos de sacerdócio. Priscila foi convidada para o palco e cantou duas músicas.

“Desse vídeo em diante gerou uma amizade bonita e nos conhecemos. Eu não esperava que ele fosse me chamar no palco. O padre é uma pessoa incrível, mais do que as pessoas podem imaginar, muito humano e generoso”, afirmou.
 
Cidade acolhedora

Em 2012, Priscila mudou-se para Araguaína, onde continuou os estudos e concluiu a faculdade de Direito. “Araguaína me acolheu como filha”, revelou. A servidora atua há oito anos como assessora técnica na Secretaria Municipal de Captação e Gestão de Recursos e segue trabalhando em home office, desde quando descobriu o câncer de mama, em fevereiro deste ano.

“Era um nódulo que eu acompanhava desde 2018, fiz a biópsia e descobri o tumor já evoluído. No momento da descoberta, tive o apoio dos meus amigos, da captação de recursos. Todos fizeram um mutirão para me ajudar no tratamento, eu devo muito à galera de Araguaína, de verdade!”, declarou.
 
O tratamento

Priscila iniciou o tratamento em março deste ano, no Hospital de Amor em Barretos (SP). Segundo ela, para ficar mais próxima da unidade, mudou-se temporariamente para a casa da mãe. “Ela é que me dá força e me ajuda nessa caminhada, o fato de estar com minha mãe faz toda a diferença no meu tratamento”.

Ela enfrentou várias sessões de quimioterapia até chegar no último dia 26 de outubro e realizar a cirurgia. ”Eu comecei semanalmente com quimioterapias brancas, depois passei para as vermelhas feitas a cada 21 dias, não houve uma diminuição do tamanho dos tumores. Passei pela cirurgia em que foi retirada totalmente a mama, a mastectomia radical, e o esvaziamento axilar”, relatou.

Motivação

Mesmo com os efeitos colaterais das medicações e do tratamento contra o câncer, Priscila se mantém firme. Segundo ela, o combustível para continuar compartilhando sua rotina de forma bem-humorada nas redes sociais é a possibilidade de levar uma mensagem positiva.

“Recebo muitas mensagens das pessoas que reclamam de coisas bobas, enquanto eu estou fazendo uma químio e faço graça comigo mesma da situação. Acredito que com um pouco mais de humor e leveza nós conseguimos equilibrar os problemas da vida”, afirma Priscila. 

Ela não questiona o momento que está passando, buscou ressignificar a sua dor, baseada nos seus valores e sua fé. “Tudo tem um propósito. O câncer existe em milhares de pessoas, mas a forma como lidamos com ele é que faz a diferença. Essa doença não veio para a minha morte, ela veio para alcançar a vida de muitas pessoas”, finalizou.

Priscila inspira milhares de pessoas nas redes

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.