Araguaína

Novo Centro Oncológico será gerido pelo Hospital de Amor; Wanderlei vistoria obras do HGA

Mais de 60% das obras do Hospital Geral de Araguaína (HGA) já estão concluídas.

Por Redação 599
Comentários (0)

26/05/2023 18h08 - Atualizado há 10 meses
Wanderlei entregou o novo prédio da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Araguaína

Em Araguaína, nesta sexta-feira (26), o governador Wanderlei Barbosa ressaltou o momento histórico para a saúde do Estado ao entregar o novo prédio da Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia de Araguaína (Unacom).

A unidade é ligada ao Hospital Regional da cidade (HRA) e oferecerá serviço de radioterapia, quimioterapia, braquiterapia e cuidados paliativos para atender pacientes de três regiões do Estado: Região de Saúde do Bico do Papagaio; Região de Saúde Meio Norte Araguaia; e Região de Saúde Cerrado Tocantins-Araguaia.

O governador Wanderlei Barbosa destacou que o hospital tem uma importância não só para o Estado, mas também para todo a Região Norte. “É com muita alegria que vivenciamos esse momento único, a inauguração dessa área que vai ajudar no combate ao câncer no nosso Estado. A população terá uma unidade de qualidade, podendo ser referência para todo o Brasil. Sabemos que essa unidade vai cumprir o seu papel”, afirmou o governador.

O novo prédio conta com 15 leitos de quimioterapia; oito consultórios médicos para atendimentos em mastologia, ginecologia, cabeça e pescoço, cirurgia oncológica e dermatologia oncológica; quatro leitos de hospitalização e centro cirúrgico com duas salas. A obra substitui a estrutura antiga, que tinha 12 leitos de quimioterapia e dois consultórios. O investimento total foi de R$ 5,2 milhões.

Para o secretário de Estado da Saúde, Afonso Piva, a nova unidade representa um avanço na saúde do Estado, contribuindo para a ampliação de atendimentos da região, além de desafogar as filas na rede estadual. “Essa obra vai desafogar a fila e o quantitativo de leitos de outras unidades, já que os pacientes vão deixar de ir para o regional de Palmas e poderão ser atendidos aqui. Nesta unidade, teremos um ambulatório especializado para oncologia. Portanto, essa obra é de grande importância e será um diferencial para toda a região”, informou o secretário Afonso Piva.

O serviço de Oncologia, em Araguaína, teve início em 2000 e, desde então, já tratou mais de 18 mil pessoas e faz uma média anual de 7.500 consultas anuais. Atualmente, mais de 5 mil pessoas seguem em acompanhamento.

Execução dos serviços

A assistência aos pacientes em quimioterapia, hormonioterapia, radioterapia externa e braquiterapia, a partir de 1° de junho, será executada pelo Hospital de Amor, contratado via processo licitatório, realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO).

Continuam como responsabilidade das equipes multiprofissionais do HRA, o diagnóstico diferencial, o diagnóstico definitivo e o estadiamento (avaliar seu grau de disseminação), bem como os tratamentos de cirurgia oncológica, os cuidados paliativos, os acompanhamentos dos tratados e as ações de reabilitação.

A servidora pública Liomarcia Saraiva trabalha há 17 anos na oncologia, e não escondeu a emoção na inauguração da unidade, já que agora toda a equipe terá condições de trabalhar com qualidade em serviço e atendimento. “Nós que trabalhamos aqui, conhecemos a realidade local e, hoje, temos muito a agradecer. Com nossa própria unidade, temos a possibilidade de atender aqui com todas as condições”, comemorou.

O defensor público, Sandro Ferreira, parabenizou a iniciativa do Governo do Tocantins em priorizar a saúde pública e ressaltou os ganhos que a população vai ter com o centro oncológico de alta complexidade. “Nós andamos nesse prédio, conhecemos bem a realidade desse local e vê-lo novo, pronto, com serviço entregue, com um valor agregado a uma equipe de excelência, que já operava aqui, é realmente emocionante. Toda a população ganha e tem muito a agradecer”, pontuou o defensor público.

Vistoria HGA

Em cumprimento de agenda, o governador Wanderlei Barbosa também visitou as obras do Hospital Regional de Araguaína (HGA). Pronta, a unidade será referência para toda a região norte do Estado, tendo as obras lançadas em 2021.

Quando estiver concluído, o hospital contará com 400 leitos e o projeto prevê ainda 120 leitos para clínica médica, 87 para cirurgia, 70 para ortopedia, 11 para psiquiatria, dois para obstetrícia, dois para pediatria, 28 para especialidades diversas, 60 para Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 20 para Unidades de Cuidado Intermediário.

O Governador ficou satisfeito com o andamento da obra que avança mais de 60% para sua conclusão e determinou agilidade para sua finalização. Até o momento, o Governo do Tocantins já investiu algo em torno de R$ 70 milhões no local.

Wanderlei Barbosa também visitou as obras do Hospital Regional de Araguaína (HGA)
Para o secretário de Estado da Saúde, Afonso Piva, a nova unidade representa um avanço na saúde do Estado

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.