Tragédia

Operário morre esmagado por forma metálica usada na construção de casas populares em Palmas

O acidente aconteceu no canteiro de obras do residencial Recanto das Araras II, região sul da capital.

Por Da Redação 3.452
Comentários (0)

19/07/2019 11h34 - Atualizado há 4 meses
O operário deixa esposa e dois filhos

O operário José Fernandes Moraes Santos, de 31 anos, morreu após ser esmagado por uma forma metálica utilizada na construção de casas populares pré-fabricadas na manhã dessa sexta-feira (19), em Palmas.

O acidente que vitimou o operário aconteceu no canteiro de obras do residencial Recanto das Araras II, região sul da capital. O operário morava no Setor Vista Alegre, praticamente ao lado do canteiro de obras e deixa esposa e dois filhos.

Testemunhas relataram que ventava muito na hora do acidente e as rajadas teriam derrubado a placa, causando o acidente. A perícia esteve no local e o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Palmas.

O residencial Recanto das Araras II terá 500 casas e é fruto de um convênio entre a prefeitura de Palmas e o Governo Federal.

As casas populares dessa obra estão sendo construídas com formas de metal, que são instaladas para receber concreto e depois são retiradas. O acidente aconteceu no momento em que as formas estavam sendo montadas em uma casa que seria concretada nesta sexta-feira (19).

Em nota, a prefeitura de Palmas informou que não é responsável pelo acompanhamento das obras. "A Prefeitura de Palmas fica responsável pela indicação das famílias que irão morar nos empreendimentos e a execução das ações sociais de capacitação e convivência", diz na nota.

(Com informações do G1 Tocantins)

A placa de metal caiu sobre o operário no momento em que a estrutura estava sendo montada

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.