Dias 16 e 17

Palestras vão abordar solidão e envelhecimento em Palmas e Araguaína; confira datas e locais

Solidão é o que mais está nos matando atualmente, conforme palestrante.

Por Redação 503
Comentários (0)

12/04/2024 16h00 - Atualizado há 1 mês
Palestras são para pessoas de todas as idades

Notícias do Tocantins - A Incubadora Social da Universidade Federal do Tocantins (UFT) promove na próxima semana palestras em Palmas e Araguaína com o tema "A Solidão no Envelhecer", seguidas de roda de conversa.

Em Palmas, o evento será realizado na terça-feira, dia 16, às 8h30, na Escola Estadual Vila União. Em Araguaína, a palestra terá lugar no miniauditório do UNITPAC, na quarta-feira, dia 17, às 17h.

Os eventos terão certificado e incluirão apresentações de música e dança do grupo da Universidade da Maturidade (UMA). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas por meio do formulário eletrônico ou diretamente nos locais.

A palestrante convidada é a assistente social, professora e doutora em Ciência do Movimento Humano, Neila Osório, que é referência em educação de velhos e líder do projeto Universidade da Maturidade.

"Algum tempo atrás um dos maiores problemas sociais era a obesidade, mas hoje, de acordo com relatórios recentes, o que mais está nos matando é a solidão. Por isso, falar e refletir sobre esse tema dentro da universidade e com toda a sociedade é extremamente relevante, num mundo onde a tecnologia domina e nós não estamos mais sabendo conviver com outras pessoas, especialmente pessoas de diferentes gerações", destaca a professora e palestrante a respeito do tema a ser abordado, que em muitos casos ainda é considerado tabu.

Segundo ela, a palestra não se destina apenas ao público mais velho, e sim a pessoas de todas as idades, ou porque convivem com pessoas idosas ou porque simplesmente precisam lidar com o próprio processo de envelhecimento. “A solidão interfere em todas as fases da vida, da infância à velhice, mas se intensifica com a idade. Crianças e jovens solitários tendem a sofrer mais com essa questão na fase adulta e na velhice", pontua ela.

As duas palestras fazem parte do calendário de ações do projeto de extensão Incubadora Social para Mulheres em Situação de Vulnerabilidade Social, que também inclui oficinas, minicursos e atendimentos psicossociais em grupos com equipes de psicólogos, assistentes sociais e terapeuta ocupacional.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail incubadorasocial@uft.edu.br ou no Instagram @incubadorasocialuft.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.