Araguaína

Pedestres se arriscam passando por canteiro de obras da Via Norte; prefeitura alerta

A via só deve ser totalmente liberada no mês de outubro.

Por Redação 655
Comentários (0)

23/09/2021 17h21 - Atualizado há 1 mês
Aviso no local

Com a remoção da ponte da Avenida Cônego João Lima, no centro de Araguaína, para a passagem do canal de drenagem da Via Norte, pedestres estão insistindo em passar pelo canteiro de obras para encurtar caminho, colocando a própria vida em risco. 

“Não é recomendável atravessar pelo canteiro de obras, sobretudo pelo não-uso de equipamentos de proteção individual, pois há risco de acidente com as máquinas pesadas que transitam no local, risco de choque elétrico, queda de materiais e também o risco de quedas por instabilidade do terreno”, explicou a gerente social da Unidade de Gerenciamento de Projeto (UGP), Nathalia Alencar.

Para prevenir os riscos, foram implantadas telas e placas de advertência. “A prevenção é a atitude mais recomendada. Pedimos aos moradores daquela região e demais pedestres que respeitem a sinalização no local”, ressalta Simone Maciel, engenheira ambiental da Companhia Brasileira de Projetos e Empreendimentos (Cobrape), empresa responsável pela supervisão do Águas de Araguaína.

A obra da ponte foi iniciada no último dia 4 de setembro. A previsão para liberação total da via, de acordo com a construtora responsável pela execução das obras, é para o mês de outubro.

Águas de Araguaína

O projeto Águas de Araguaína visa o desenvolvimento sustentável, com investimento em infraestrutura aliado à preservação das nascentes. O projeto é executado com financiamento obtido por meio do Banco de Desenvolvimento da América Latina – Corporação Andina de Fomento (CAF).

A canalização evitará a degradação dos recursos hídricos disponíveis nos córregos Canindé e Neblina, principais afluentes da bacia do Lontra, consequentemente colaborando para a despoluição do Lago Azul.

Além da implantação da Via Norte, que ligará o centro da cidade a 14 bairros, o projeto contempla uma série de obras nos bairros, a criação de bacias de detenção da água das chuvas e a implantação de vários pontos de área verde, totalizando um investimento de mais de R$ 350 milhões.

Mantenha-se afastado, diz aviso

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.