Bernardo Sayão

Prefeito é notificado para rescindir contrato com empresa de filho do chefe de Controle Interno

MPTO recomendou ao Município Bernardo Sayão o encerramento do contrato.

Por Redação 878
Comentários (0)

25/08/2023 12h16 - Atualizado há 9 meses
Prefeito de Bernardo Sayão, Osório Antunes Filho

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) expediu recomendação nesta quinta-feira (24/8), para que o prefeito de Bernardo Sayão, Osório Antunes Filho, cancele o contrato de licitação com a empresa R. A. S Consultoria e Assessoria, que pertence ao filho do diretor do Núcleo de Controle Interno do Município.

A empresa foi contratada por dispensa de licitação para prestar serviços especializados em assessoramento e gestão de convênios, em 06/01/2023. Porém, devido ao grau de parentesco entre Renne Angelo da Silva, sócio administrador da empresa, e João Ângelo da Silva, diretor Controle Interno da Prefeitura, a empresa não poderia ter participado do procedimento.

Diante dos fatos, a 2ª Promotoria de Justiça de Colinas do Tocantins recomendou que, além de realizar a rescisão contratual, no prazo de 30 dias, o prefeito oriente todos os secretários, diretores, membros de Assessorias Jurídicas e gestores do Município sobre a impossibilidade de participação de parentes nas licitações e contratos da Prefeitura.

Ainda foi recomendada a inclusão imediata nos editais de todos os procedimentos licitatórios, em andamento no Município de Bernardo Sayão, sobre a proibição de participação de parentes de gestores que atuam direta ou indiretamente nas contratações, como determinado em lei.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.