Colinas do Tocantins

Prefeito eleito cumpre promessa e tem salário reduzido de R$ 22 mil para R$ 14 mil

Esse foi um compromisso assumido pelo candidato durante a campanha eleitoral.

Por Conteúdo AF Notícias 2.662
Comentários (0)

08/12/2020 11h16 - Atualizado há 1 ano
O salário que era de R$ 22 mil reais agora será de R$ 14 mil

Por solicitação do próximo gestor de Colinas do Tocantins, a Câmara Municipal da cidade aprovou um corte significativo nos subsídios que serão pagos ao prefeito e vice-prefeito a partir de 1º de janeiro de 2021. A redução foi uma promessa de campanha do prefeito eleito José Carlos Casarin, o DrKasarin (PSL).

Atualmente, o prefeito derrotado nas urnas, Adriano Rabelo (MDB), recebe salário de R$ 22 mil. Ele fora beneficiado com um aumento generoso de quase 100% logo no início da sua gestão, em 2017. O vice-prefeito recebe R$ 10 mil.

Com a redução proposta por Kasarin, o prefeito receberá R$ 14 mil, ou seja, R$ 8 mil a menos. Já o novo subsídio do vice-prefeito ficou em R$ 7 mil. Os valores são para o mandato de 2021 a 2024.

Kasarin foi eleito com 6.202 votos (37,19%) e derrotou o atual prefeito Adriano Rabelo (MDB), que obteve 5.268 votos (31,59%). 

Conforme o novo prefeito, a sociedade não suporta mais o descaso e o desperdício do dinheiro público, sem contar a corrupção que já assola o Brasil.

"Não é moral o valor do alto salário pago ao chefe do Poder Executivo Municipal de Colinas, hoje no valor de R$ 22 mil, um dos mais altos do país, enquanto nossa cidade é assolada pelas mazelas sociais", afirma Kasarin.

Proposta Inicial

Na proposta inicial, Kasarin solicitou redução de mais de 50% nos subsídios, porém, percebeu que o corte prejudicaria algumas categorias do serviço público, sobretudo os médicos, pois a Constituição fixa como teto salarial dos servidores públicos municipais a remuneração do prefeito.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.