‘Além da Sala de Aula'

Professor de Araguaína usa intervalo para ensinar controle emocional por meio da matemática

'Para mim, ser professor é semear o conhecimento', disse.

Por Redação 945
Comentários (0)

30/09/2022 16h30 - Atualizado há 1 ano
Ele consegue desenvolver o projeto em 15 minutos

Em homenagem ao Dia do Professor, comemorado no próximo dia 15 de outubro, o araguainense, pedagogo e professor de Matemática Rodrigo Gonçalves, de 31 anos, é o primeiro entrevistado da série ‘Além da Sala de Aula’, que irá mostrar iniciativas que estão transformando a vida de crianças por meio de projetos educativos e atividades extracurriculares nas escolas municipais.

O professor Rodrigo tem feito a diferença nos 15 minutos de intervalo para seus alunos ao desenvolver o projeto ‘Cubo Mágico 3x3x3’. Para ele, as peças despertam o interesse pela matemática e as técnicas usadas podem somar na vida das crianças.

“O intuito desse projeto é tornar a aprendizagem da disciplina algo prático e prazeroso. Com o cubo mágico, as crianças também conseguem aprender elementos geométricos como: vértices, faces e arestas, fração e simetria”, explicou o professor.

Com essa visão, o professor Rodrigo desempenha oito horas do seu dia na Escola Municipal Gentil Ferreira Brito. De uma forma lúdica, os estudantes das turmas do 5º ano, que possuem entre 10 a 11 anos, trabalham a concentração, controle emocional e outras habilidades dentro da matemática.

O projeto

O projeto 'Cubo Mágico 3x3x3' está em funcionamento desde o início deste ano letivo. Além da presença do professor, alunas que aprenderam as técnicas também e repassam o conhecimento para os iniciantes.

“Eu fico com um cubo ensinando o passo a passo e tenho mais duas alunas que monitoram outros cinco alunos. É muito gratificante, pois a gente percebe nas crianças o interesse por aprender algo novo, desafiador e que poucas pessoas conseguem resolver”, afirmou o professor.

Diferencial

Segundo o professor Rodrigo, o diferencial de um bom educador é entender que o papel da profissão vai além de repassar o conteúdo com excelência em sala de aula, mas inspirar e encorajar os seus alunos. “Para mim, ser professor é semear o conhecimento, é poder contribuir com o futuro das crianças, sonhar com elas e motivá-las a acreditarem em seus sonhos”, afirmou.

Exemplo de casa para a sala de aula

Professor desde 2012, Rodrigo Gonçalves disse que o interesse e a admiração pela profissão começou ainda na infância. “Minha mãe foi professora do município por muitos anos, então, o contato com a educação vem desde cedo. No ensino médio, eu também tive um professor que sempre colocava os alunos para irem à lousa, resolver exercícios e explicar, o que despertou ainda mais em mim o desejo pela educação”, disse Rodrigo.

Multiplicador de sonhos

Casado e pai de dois filhos, Rodrigo ainda conta que, além de estar com a família, uma das suas alegrias é colher os resultados da sua profissão. “Me sinto realizado em ser professor, fico muito feliz quando vejo um aluno ou aluna no comércio trabalhando ou na faculdade, logo vem a sensação de ter contribuído com a formação de cada um”, afirmou.

Rodrigo Gonçalves é professor desde 2012

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.