Turismo

Projeto prevê uso de pneus velhos para acabar com bolsões de areia nas estradas do Jalapão

Ao todo, foram identificados 100 pontos críticos acometidos pelo problema dos bolsões de areia.

Por Redação 687
Comentários (0)

08/10/2019 14h39 - Atualizado há 6 dias
Foram identificados 100 pontos críticos nas estradas do Jalapão.

Um projeto de engenharia desenvolvido pela equipe técnica da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) pretende solucionar o problema dos bolsões de areia existentes em diversos pontos das rodovias estaduais da região do Jalapão.

De acordo com o diretor de Operação e Conservação, Gerival Aires Negre, o projeto prevê a utilização de uma malha de pneus intertravados com cordas de seda para estabilizar os pontos críticos da rodovia, uniformizando a via e melhorando a trafegabilidade.

“A intenção do projeto é utilizar a matéria-prima, que geralmente é descartada e que tem boa durabilidade, para resolver o problema do tráfego na região até que sejam finalizados os projetos para pavimentação dos trechos”, ressalta.

A solução foi pensada com objetivo de substituir a necessidade de cascalho e de ser uma forma sustentável de beneficiar as estradas do Jalapão. “A região é muito pobre nesse tipo de material, além disso, a extração de cascalho não é vantajosa, pois se trata de uma área ambiental”, explica Gerival Aires Negre.

Ao todo, foram identificados 100 pontos críticos acometidos pelo problema dos bolsões de areia. O levantamento foi realizado nos trechos das rodovias TO-030, TO-110 e TO-255 que cortam a região.

O diretor ressaltou que o projeto está em fase de licenciamento ambiental e os trabalhos devem começar após a conclusão desse processo. “Após o licenciamento, nós já pretendemos realizar o melhoramento experimental de alguns pontos que já foram identificados e destacados no projeto”, frisa.

Jalapão

Paralelamente, a Ageto está trabalhando, desde o final de agosto deste ano,  na recuperação das rodovias estaduais da região do Jalapão.  Os trabalhos serão realizados em cerca de 500 km de estradas não pavimentadas.

Estão sendo beneficiados os trechos da TO-110, de Mateiros a São Félix do Tocantins; da TO-030, no trecho de São Félix a Novo Acordo; da TO-247, entre Mateiros e a Pedra da Baliza; e da TO-255, entre Mateiros e Ponte Alta do Tocantins.

O objetivo do Governo é restabelecer a trafegabilidade das rodovias da região, que é um dos principais polos turísticos do estado. Com a malha viária em boas condições de tráfego, o Governo consegue fomentar a economia e garantir emprego e renda para a população local.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.