Araguaína

Servidor imunizado ou que rejeitou vacina é convocado ao trabalho presencial em Araguaína

Os servidores estão realizando suas atividades em home office desde fevereiro.

Por Redação 632
Comentários (0)

21/06/2021 16h56 - Atualizado há 1 mês
Retorno deve ser imediato

A Prefeitura de Araguaína publicou um decreto determinando que servidores públicos já imunizados contra a covid-19 retornem ao trabalho presencial nas secretarias. Os trabalhadores que se enquadram no grupo de risco estavam cumprindo as atividades em home office desde o mês de fevereiro deste ano.

De acordo com o decreto, só retornarão às atividades presenciais aqueles servidores que já tenham recebido todas as doses da vacina. A regra se aplica tanto àquelas pessoas que estavam afastadas das atividades presenciais por conta da idade, quanto às gestantes e pessoas com comorbidades.

Já os servidores que não puderam receber a vacina por questões de saúde, devem protocolar na Secretaria Municipal da Administração, em um prazo de 7 dias, um atestado médico comprovando a impossibilidade clínica de vacinação.

Quem não optou pela vacinação

A determinação para o retorno às atividades presenciais também vale para aqueles servidores públicos que têm direito à vacinação, mas optaram por não serem imunizados. Neste caso, o trabalhador deve assinar uma declaração de responsabilidade e retornar de forma imediata ao serviço presencial. 

Para aqueles que não retornarem ao trabalho, o Município deverá registrar o número de faltas referente aos dias não trabalhados, podendo o servidor também sofrer medidas administrativas.

O decreto pode ser encontrado aqui.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.