Araguaína

Servidores em greve fazem manifestação em Araguaína e desabafam: "Tocantins chegou a um estágio de vergonha"

Por Agnaldo Araujo
Comentários (0)

26/08/2016 15h30 - Atualizado há 2 anos
Os servidores públicos estaduais em greve fizeram mais um ato público, na manhã desta sexta-feira (26/08), em Araguaína (TO), para pressionar o Governo do Estado a atender as reivindicações das categorias, em especial a correção salarial da data-base de 2016 e o pagamento dos valores retroativos do ano passado. A manifestação percorreu a Avenida Cônego João Lima, principal da cidade, até chegar a Praça das Bandeiras, com faixas, cartazes e carro de som. A servidora Arlete, do Sindicato dos Profissionais da Enfermagem no Estado do Tocantins (Seet), afirmou que o objetivo é fazer com que o governador Marcelo Miranda (PMDB cumpra "o que ele prometeu" durante toda a campanha eleitoral, que era valorizar o funcionalismo público. “Estamos todos juntos, unidos em prol desse manifesto para que o governador atenda as reivindicações e cumpra o que ele prometeu", afirmou. "Queremos só o que é direito nosso, nada mais que isso, e respeito por nós cidadãos, por nós servidores públicos do Estado do Tocantins”, declarou outro servidor. Os profissionais relataram ainda que o Tocantins chegou a um estágio de "vergonha", onde há pacientes passando fome dentro dos hospitais públicos. “Que vergonha chegou o Estado. Pacientes passando fome no hospital. Isso é vergonha”, afirmou. Participaram da manifestação servidores ligados ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintet), Sindicato dos Servidores Públicos (Sisepe), Sindicato dos Profissionais da Enfermagem (Seet) e Sindicato dos trabalhadores em Saúde (Sintras). Foto: Sintet Regional

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.