Educação

Sintet flagra descaso da gestão de Camila Fernandes com escolas de tempo integral em Miracema

Escolas estão funcionando sem estrutura e com condições precárias, disse.

Por Redação
Comentários (0)

09/02/2024 14h15 - Atualizado há 2 semanas
Representantes do Sintet após fiscalização na escola em Miracema.

O presidente do Sintet Regional de Miracema, Iata Anderson, realizou uma visita na quinta-feira (08/02) na Escola EMEF - Francisco Martins Noleto, em Miracema do Tocantins, onde conversou com os profissionais da educação lotados na escola que está funcionando em horário integral.

Segundo o sindicalista, as turmas estão funcionando em condições precárias, desde a estrutura do espaço até a falta de condições de trabalho para os profissionais. As turmas das séries iniciais, PRE-1 e PRE- 2, estão com 20 crianças em espaço improvisado, usando o antigo posto de saúde do Setor Universitário, onde funcionou o local de exames de diagnóstico do SARS Covid-19.

Conversamos com as professoras, com algumas mães e conversamos também com a gestora da unidade de ensino. Cobramos para que providências possam ser tomadas para melhorar as condições de trabalho e o acesso e permanência das crianças na escola”, disse Iata Anderson.

Ainda segundo o presidente do sindicato, os professores e professoras estão trabalhando em péssimas condições por falta de recursos didáticos e pedagógicos.

"O município não está proporcionando as condições necessárias para o funcionamento das escolas de tempo integral, os professores já no início do ano estão adoecidos devido ao descaso. Estaremos encaminhando ofício solicitando imediata solução aos problemas observados", disse Iata Anderson.

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF Notícias. Todos os direitos reservados.