Gratificação natalina

Sisepe notifica governador para pagamento integral do 13º e ameaça fazer denúncia

Por Redação AF
Comentários (0)

20/12/2017 17h57 - Atualizado há 2 meses
Após o anúncio de que 18.546 servidores públicos do Governo do Estado não receberão o 13º salário salário nesta quarta-feira (20), o Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (Sisepe-TO) protocolou no Palácio Araguaia uma notificação extrajudicial ao governador Marcelo Miranda cobrando o pagamento integral benefício a todos os servidores públicos do Estado. A notificação exige ainda que o governador preste esclarecimentos acerca das informações divulgadas na mídia do pagamento parcial do 13º em um prazo de 24 horas. O governo informou que fará o pagamento a 66,12% dos servidores - 36.192, no valor de R$ 56,4 milhões. Já o restante será pago até 31 de janeiro de 2018, no valor de R$ 100,6 milhões.

O sindicato disse que é "absolutamente contrário" ao que chamou de "medida descabida" do Governo do Tocantins. Para o Sisepe, o pagamento parcial da gratificação natalina, sem apresentar nenhum demonstrativo da situação financeira do Estado, fere o princípio da transparência.

"É obrigação do Governador do Estado, juntamente com a Secretaria da Fazenda, fazer a reserva mensal de 1/12 (um, doze avos) ao longo do ano para quitar o 13º integralmente no fim do ano, sem ter de escolher quem irá receber ou não. Receber o 13º em dia é um direito de todos os servidores. O tratamento diferenciado fere princípios constitucionais", afirma o sindicato.

Para o sindicato, o governador pratica conduta ilegal e ímproba, além de contrariar a isonomia no serviço público. "O décimo terceiro, assim como o salário mensal dos servidores, tem caráter alimentar e a retenção indevida do 13º caracteriza enriquecimento ilícito por parte da Administração Pública", acrescenta.

O Sindicato lembrou que a maioria dos servidores antecipa o 13º na data do aniversário, o que ameniza a situação do Governo no fim do ano.

Na notificação, o Sisepe disse que "não admite" que o governador Marcelo Miranda tenha financiado prefeituras [com repasse do ICMS] para pagar o 13º de alguns municípios deixando os servidores públicos estaduais sem o décimo terceiro salário. Para o sindicato, o governador Marcelo Miranda "está cometendo mais um ato de improbidade administrativa".

Caso o governador Marcelo Miranda não atenda à notificação extrajudicial, o sindicato disse que irá ajuizar ação judicial e encaminhar denúncia ao Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas do Estado.

VEJA MAIS... http://afnoticias.com.br/governo-do-tocantins-paga-13o-salario-a-36-mil-servidores-nesta-quarta-folha-custa-r-564-milhoes/

Comentários (0)

Mais Notícias

Perigo

Crianças são arrastadas por enxurrada enquanto banhavam em córrego de Palmas

Os garotos tomavam banho no córrego quando foram surpreendidos pela força da água.

Engavetamento

Ônibus perde freios e provoca engavetamento na principal avenida de Araguaína

O engavetamento envolveu um ônibus, um veículo de passeio e um caminhão de pequeno porte.

Ipueiras (TO)

Ex-prefeito é denunciado por não repassar empréstimos consignados aos bancos

Dezenas de funcionários foram lesados e tiveram seus nomes negativados no SPC/Serasa.

Caso Gislane

Mulher é presa suspeita de encomendar morte de jovem por ciúmes do namorado

A PM prendeu Marcela ainda dentro do ônibus quando chegava a cidade de Cristalândia

Animal Silvestre

Tamanduá-bandeira é capturado dentro de casa em Araguaína e solto na natureza

O animal foi colocado numa gaiola e solto em uma área verde próximo à cidade.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.