Julgamento no TJ-TO

TJ julga recurso do Governo que pede volta da inspeção ambiental do Detran; advogado reforça ilegalidades

Por Redação AF
Comentários (0)

08/09/2017 15h30 - Atualizado há 1 mês
Está na pauta de julgamento do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins (TJ-TO), da próxima quarta-feira (13), o recurso do Governo do Estado que pede o retorno da inspeção veicular ambiental do Detran. O Agravo de Instrumento será apreciado pela 5ª Turma da 1ª Câmara Cível, tendo como relatora a desembargadora Etelvina Maria Sampaio Felipe. O recurso do Governo refere-se à Ação Popular proposta pelo advogado Arnaldo Filho, em 10 de maio de 2016, quando a juíza Silvana Maria Parfieniuk concedeu decisão liminar determinando a suspensão da inspeção ambiental em todo o Estado, por graves irregularidades no processo de contratação da empresa Oxigênio Vistoria Ambiental de Veículos Automotores. Desde então, o Governo e a empresa travaram uma verdadeira batalha judicial visando o retorno da inspeção, cujo contrato é de R$ 70 milhões por ano. Ao todo, já são quatro recursos interpostos no tribunal de justiça. Contudo, o advogado Arnaldo Filho disse estar confiante no julgamento da próxima terça. “Confiamos na justiça e esperamos um resultado positivo à população, no sentido de manter a suspensão da inspeção do Detran. Apresentamos à justiça vários argumentos e provas das ilegalidades. Além disso, temos um brilhante parecer do procurador de justiça do MPE, Marco Antônio Alves Bezerra, reforçando o nosso posicionamento”, destacou Arnaldo Filho. Entre as ilegalidades, o advogado destacou a ausência de licitação, na modalidade concorrência, para contratação da referida empresa, a única credenciada para prestar os serviços. Arnaldo Filho chamou ainda a atenção para o fato de que a empresa só foi criada dois meses antes de firmar o contrato com o Governo do Estado, via Detran. Outro ponto questionado é a divisão das receitas, em que a empresa fica com 80% da arrecadação. Considerando a previsão de R$ 70 milhões por ano, a empresa teria um ganho de R$ 56 milhões ao ano, enquanto o Estado ficaria com o corresponde a 20%. Os valores da inspeção ambiental do Detran variam conforme o modelo do veículo, sendo R$ 206,80 para carros de passeio e utilitários; R$ 142,62 para motocicletas, triciclos e quadriciclos; e R$ 237,70 para veículos pesados (caminhões, ônibus e similares). Arnaldo Filho estima que durante esse período de suspensão da inspeção ambiental a população tocantinense já tenha economizado cerca de 100 milhões de reais.

Comentários (0)

Mais Notícias

Protesto

Moradores plantam pés de banana no meio de rua esburacada no norte do Estado

Moradores também reclamaram do atraso nas obras de pavimentação.

Trânsito

Acidente em rotatória mata jovem e deixa outro gravemente ferido em Palmas

Moradores reclamam que não há iluminação e a sinalização é precária na rotatória.

Notícias falsas

TSE vai anunciar medidas contra fake news após tensão entre Haddad e Bolsonaro

A semana que passou foi tensa, pois Haddad acusou Bolsonaro de estar por trás do esquema.

Concurso PM

Por requisição do MPE, PM vai apurar falhas no concurso para soldado e oficial

Cerca de 16 candidatos são acusados de fraudar as provas para o concurso da PM do Tocantins

Educação

Quase 130 professores de Araguaína ganham progressões salariais na carreira

Os educadores que subiram de nível receberão aumento em seus salários a partir de fevereiro de 2019

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.