Câmara de Araguaína

Vereador é alvo de protesto após dizer que professora estava 'ganindo' em Araguaína

A manifestação do vereador repercutiu negativamente.

Por Redação 5.539
Comentários (0)

15/04/2021 15h15 - Atualizado há 9 meses
Protesto em frente à Câmara de Araguaína

O vereador de primeiro mandato Marcos Duarte, conhecido como Marcus do Restaurante (SD), foi alvo de protesto em frente à Câmara Municipal de Araguaína, nesta quinta-feira (15), após fazer críticas aos profissionais da educação e dizer que uma professora estava ‘ganindo’ nas redes sociais, ou seja, gemendo como um cão.  

A manifestação foi organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintet).

CRÍTICA AOS PROFESSORES

Toda a polêmica começou após o parlamentar tecer críticas aos educadores enquanto defendia o retorno das aulas presenciais durante a sessão da última segunda-feira (12). Na oportunidade, Marcos Duarte disse que mais de 2.500 alunos deixaram de fazer a matrícula e criticou os profissionais que são contra a volta às aulas.

"E alguns, a minoria dos professores, vem defender o não regresso das aulas dizendo que é prejudicial às crianças, que as crianças vão estar sujeitas ao vírus. Mas esses mesmos que defendem o não regresso às aulas, se nós notarmos nas redes sociais, estão nas praias, estão nas chácaras", alfinetou.

PROFESSORA GRAVA VÍDEO

Diante disso, a professora e suplente de vereadora Paula Zerbini, gravou vídeo no mesmo dia rebatendo as declarações de Marcos Duarte.

“Culpabilizar ainda mais o professor, o servidor da educação porque as crianças não estão matriculadas na rede municipal de ensino, acho que um tanto perversidade de quem não conhece a educação,” replicou Zerbini, em vídeo.

TRÉPLICA

Na tréplica, na terça-feira (13), Marcos disse não ter falado contra nenhuma classe ou contra professor e disparou contra Paula Zerbini.

“Eu entendo a suplente de vereadora por que o desejo dela era ter voz aqui na Câmara, mas infelizmente não teve sucesso nas eleições passadas. (....) Fica aí ganindo nas redes sociais. (...) É direito da vossa senhoria estar ganindo nas redes sociais, falando o que não sabe”, disparou.

CONVOCAÇÃO PARA PROTESTO

Depois disso, o Sintet criticou a postura do parlamentar e convocou um protesto contra o vereador, que ocorreu na manhã desta quinta-feira (15) em frente à Câmara de Araguaína.

Usando um carro de som, os professores e representantes do Sindicato expuseram suas indignações e rebateram as declarações do parlamentar. Os vereadores desceram do plenário para ouvir as reclamações no meio da rua, em frente à Câmara.

INDIGNAÇÃO

Na oportunidade, a professora e diretora do Sintet, Eunice, saiu em defesa da classe. “Hoje a nossa indignação, vereador Marcos, é pelo senhor ter atacado, sim, os professores e dito que os professores querem faltar, porque querem ir pra praia, que querem estar em bares. Pode ser que tenha, mas não é a categoria que está. (...)”.

DEFENDAM A VACINAÇÃO

A professora também cobrou dos parlamentares que atuem em defesa de vacinação. “Queremos que os vereadores defendam, não só o vereador Marcos defenda, mas toda essa Casa de Lei defenda: que a vacina chegue logo. Que todos os professores sejam priorizados, já que a gente entende que a educação é essencial e é prioritária”.

PROFESSOR ESTÁ TRABALHANDO TRIPLICADO

Sobre as aulas, a professora destacou que todas as atividades estão sendo confeccionadas na escola, impressas e entregues aos pais dos alunos. Segundo ela, nas aulas presenciais, a carga horaria de trabalho dos professores é de 8 horas por dia, porém com aulas remotas, o professor dedica ainda mais tempo. “Nós, professores, estamos trabalhando triplicado", afirmou, exigindo que o vereador se retratasse.

'ALGUNS PROFESSORES'

Durante a manifestação, Marcos Duarte usou o microfone do carro de som e voltou a defender o retorno presencial das aulas e disse que o vídeo dele havia sido editado, pois não havia dito que eram todos professores que iam para praia, mas alguns, a minoria.

Afirmou ter defendido o direito de todos os professores serem vacinados. “De maneira alguma falei contra professor, nem instiguei pai contra o Sistema de Educação. Defendi, sim, o direito dos mais necessitados que estão sendo prejudicados, porque não tem volta às aulas, não tem aula presencial. Mas todos tem sim o direito de levar ou não seu filho. (...) Eu não sou contra o Sintet, não falei contra professor, mas pegaram uma fala e editaram para beneficiar o Sindicato. E isso, sim, eu repudio", disse o vereador.

PEDIDO DE DESCULPAS

A assessoria do parlamentar informou em nota que durante a sessão desta quinta-feira, o vereador Marcos Duarte pediu desculpas à professora Paula Zerbini pelas declarações difamatórias feitas anteriormente. Paula estava presente na sessão de hoje e o parlamentar solicitou que o desagravo fosse registrado em ata.

As informações são do portal Araguaína Notícias, parceiro jornalístico do AF.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.