Crítica aos aliados

Vicentinho critica Carlesse e sugere que Eduardo Siqueira e Gaguim mandam na campanha

Por Redação AF
Comentários (0)

15/06/2018 12h17 - Atualizado há 1 mês

O senador-candidato Vicentinho Alves (PR) fez coro ao seu vice Divino Bethânia e questionou a influência de aliados na campanha e na gestão interina de Mauro Carlesse (PHS) no Palácio Araguaia.

"Estou com 60 anos de idade. Tenho 30 anos de vida pública. Quem me conhece sabe de minha personalidade. Sabe que ninguém manda em mim. Não tenho padrinho político. Quem financia minha campanha sou eu, partido e meus amigos", alfinetou Vicentinho.

O candidato também criticou a suposta interferência de Eduardo Siqueira e Carlos Gaguim na campanha de Carlessse.

"Diferente do meu adversário, na minha campanha mando eu. Os erros e acertos eu assumo a responsabilidade. Vai ser assim no meu governo. O governador será Vicentinho. Vou decidir com o povo, com a Assembleia e a sociedade civil organizada", criticou.

Na terça-feira (12), Divino Bethânia disse que Eduardo e Gaguim "mandam e desmandam" no governo interino. "Imaginem o que eles pretendem fazer depois!", continuou.

Para o candidato a vice de Vicentinho, o "Estado do Tocantins corre sérios riscos" e, segundo ele, a corda vai "arrebentar diretamente nos mais fracos, que são os servidores e a população".

"Quero saber mais: como estão os repasses do Igeprev, o dinheiro sagrado da aposentadoria dos servidores?", questionou Bethânia, ao lembrar que Eduardo Siqueira foi presidente do Conselho de Administração do instituto na gestão de seu pai, Siqueira Campos e hoje é alvo de dez ações de improbidade administrativa relacionadas a aplicações do instituto que somam R$ 516 milhões em prejuízos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.