Inusitado

Vídeo de funcionário pegando coroa de flores de cemitério repercute e funerária explica

O caso aconteceu na noite do último sábado (11) no cemitério São José, no centro de Gurupi.

Por Nielcem Fernandes 5.672
Comentários (0)

15/05/2019 09h52 - Atualizado há 1 semana
O vídeo circulou nas redes sociais e levantou suspeita sobre a conduta da empresa

Um vídeo que mostra um funcionário de uma funerária de Gurupi , sul do Tocantins, retirando uma coroa de flores por cima do muro de um cemitério gerou polêmica nas redes sociais nesta terça-feira (14).

O caso aconteceu na noite do último sábado (11) no cemitério São José, no centro da cidade. Muitos internautas questionaram a atitude e o episódio foi noticiado pela imprensa local como um possível furto.

O autor do vídeo chega a questionar o funcionário da funerária sobre a sua atitude e ele justifica dizendo que estaria pegando a coroa de flores para limpar, pois no dia seguinte seria dia de visita.

Mesmo assim os populares insistem no questionamento e o funcionário da empresa deixa o local dizendo que seria melhor buscar a chave.

Em nota à imprensa, a Rede Funerária Santo Antônio se manifestou sobre o fato.

Ao interrogarmos nosso agente funerário sobre o acontecido, este nos relatou que por volta das 20h, da noite de sábado, havia estado no cemitério e por descuido próprio e irresponsabilidade esqueceu as chaves do portão de entrada do cemitério dentro da sala de depósito localizada dentro do mesmo e que quando notou o acontecido, já havia trancado o portão e as chaves ficado dentro da sala. Mais tarde, por volta das 21 horas, conta que foi acionado para realizar um serviço funerário em outro município e assim no desespero e sem pensar, por não estar com as chaves, resolveu pular o muro do cemitério Santo Antônio para pegar uma coroa que estava na sala/depósito que seria levada de madrugada para tal cidade e assim conseguir reaver as chaves”, diz a nota.

A empresa ressaltou que é a responsável pela administração dos cemitérios da cidade e, por isso, possui livre acesso para circulação e realização de atividades internas de administração.

A funerária finaliza dizendo que já penalizou o funcionário por ter agido de forma incongruente.

Quanto às pessoas que estariam difamando a empresa com falsas interpretações sobre o vídeo, a Rede Funerária Santo Antônio disse que já está tomando as providencias legais cabíveis, pois propagar falso fato com o objetivo de denegrir a imagem de uma empresa também pode ser considerado ato ilícito, passível de indenização por danos morais.

VÍDEO

Vídeo

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.