Crime foi no DF

Acusado de espancar mulher até a morte no DF é preso depois de 22 anos no Tocantins

Mulher foi morta após supostamente roubar capacete e um celular.

Por Redação 659
Comentários (0)

04/09/2020 10h51 - Atualizado há 2 meses
Homem foi recolhido na CPP de Palmas

Um homem de 57 anos suspeito de matar uma mulher com vários socos e pontapés na cabeça foi preso no Jardim Bela Vista, em Palmas, na manhã desta sexta-feira (4).

O homicídio duplamente qualificado ocorreu em área administrativa de Samambaia, no Distrito Federal, em 1998, ou seja, há 22 anos. As informações apontam, ainda, que o crime teria sido motivado após a vítima, supostamente, roubar um capacete e um celular do homem. 

O delegado-chefe da Delegacia Especializada de Polícia Interestadual, Capturas e Desaparecidos (Polinter), Fábio Simon, informou que o mandado de prisão preventiva foi expedido pelo Tribunal do Júri de Samambaia.  

De acordo com o delegado, a Polícia Civil do Tocantins realizou as diligências durante duas madrugadas seguidas para monitorar o suspeito após recebimento do mandado e conseguiu prendê-lo.

O homem de 57 anos foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória (CPP) de Palmas.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.