Aragominas

Acusado de matar homem degolado após bebedeira em bar é condenado a 12 anos de prisão

O condenado responde ao processo em prisão preventiva.

Por Redação 1.105
Comentários (0)

28/02/2020 14h34 - Atualizado há 7 meses
Carlos Henrique

Carlos Henrique Evangelista Vilas Boas foi condenado, nesta quinta-feira (27), por matar Pedro Pereira da Silva com golpes de faca e facão no Projeto de Assentamento Baviera, no município de Aragominas, norte do Tocantins, em 2018.

Carlos Henrique foi condenado a pena de 12 anos de reclusão por homicídio qualificado, conforme a ação aenal apresentada pelo Ministério Público do Tocantins (MPTO).

Os jurados acataram as alegações do MPTO e reconheceram que o crime foi cometido por motivo fútil, com uso de meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima.

O crime aconteceu no dia 12 de novembro de 2018, quando Carlos Henrique, acompanhado de um adolescente, desferiu golpes de faca e facão contra Pedro Pereira. Segundo o apurado, os dois ingeriam bebidas em um bar, quando a vítima, em estado avançado de embriaguez, passou a incomodar pessoas que jogavam sinuca, fato que irritou os dois acusados.

Assim que deixaram o bar, os autores abordaram a vítima e passaram a agredi-la com tapas e socos. Posteriormente, voltaram armados ao local onde o haviam deixado desmaiado.

O laudo apontou que Pedro tentou se defender e que foi arrastado por mais de 30 metros até um campo de futebol, onde recebeu golpes de arma branca, que resultaram em ferimentos no abdômen e causaram seu degolamento.

Carlos Henrique respondeu ao processo em prisão preventiva e assim continuará até que sejam julgados os recursos. 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.