Acusados de estelionato são detidos pela polícia no Norte do Estado

Por Redação AF
Comentários (0)

21/08/2015 09h12 - Atualizado há 2 meses
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br /> <em>AF Not&iacute;cias</em><br /> <br /> Deimacliy Vieira Silva, de 37 anos, e Lucinaldo Lago de Sousa, de 42, ambos residentes em Imperatriz (MA), foram presos suspeitos de aplicar golpe contra a um empres&aacute;rio no centro da cidade de Augustin&oacute;polis, norte do Estado. &nbsp;O fato aconteceu nesta quinta-feira (20).<br /> <br /> De acordo com informa&ccedil;&otilde;es da v&iacute;tima, os acusados efetuaram uma compra de fios para instala&ccedil;&atilde;o el&eacute;trica no valor de mais de R$ 2 mil e efetuaram o pagamento com cheques de terceiros e sem fundos.<br /> <br /> A pol&iacute;cia ao ser acionada, realizou uma busca e informou o fato &agrave;s demais viaturas, at&eacute; mesmo de cidades vizinhas fechando o cerco onde resultou na deten&ccedil;&atilde;o dos acusados em Sitio Novo-To.&nbsp;<br /> <br /> Com os suspeitos foram encontradas al&eacute;m dos fios para instala&ccedil;&atilde;o el&eacute;trica, duas centrais de ar-condicionado, que, segundo eles, fora adiquirido da mesma forma que os fios.&nbsp;<br /> <br /> Segundo informa&ccedil;&otilde;es, essa dupla j&aacute; havia aplicado esse golpe na cidade de Axix&aacute;-To. Eles foram detidos e est&atilde;o a disposi&atilde;o justi&ccedil;a na delegacia de Augustin&oacute;polis.<br /> <br /> As informa&ccedil;&otilde;es s&atilde;o da 4&ordf; Companhia Independente da Pol&iacute;cia Militar.<br /> <br /> <img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Sem-t%EDtulo34.jpg" style="width: 600px; height: 249px;" /></span><br />
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.