Colinas do Tocantins

Advogado ofendido por delegado e que presenciou ameaça ao cliente recebe apoio da OAB-TO

Em resposta, vários advogado se reuniram no Complexo de Delegacias da cidade para repudiar a atitude.

Por Redação 1.239
Comentários (0)

27/06/2019 17h16 - Atualizado há 2 anos
Manifestação da OAB

Acusações e ameaças feitas por um delegado de Polícia Civil contra o advogado Bernardino Cosobeck e seu cliente, em Colinas do Tocantins, movimentaram a Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins nesta quarta-feira (26).

Segundo a OAB-TO, o delegado Welson Antônio da Rocha acusou o advogado de receber proteção de bandidos e ameaçou dar um tiro na cabeça de seu cliente durante atendimento.

A situação de animosidade entre o delegado e eu não é uma ofensa à minha pessoa em si, mas a toda a classe. À medida que um advogado tem a sua prerrogativa violada, toda a advocacia é prejudicada com isso”, ressaltou Cosobeck.

Em resposta, a Subseção da OAB em Colinas realizou uma mobilização no Complexo de Delegacias da cidade que contou com a participação do Presidente da OAB-TO, Gedeon Pitaluga, e do Procurador de Prerrogativas, Paulo Roberto Silva, além de demais dirigentes da OAB e da advocacia local.

Ainda segundo a OAB-TO, a advocacia foi recebida com respeito no Complexo de Delegacias e fez questão de frisar que a ação era contra aquele tipo de comportamento com a advocacia, em defesa da classe, jamais contra a corporação como um todo.

O ato mobilizou a advocacia local, que viu na ação uma motivação na luta por mais respeito e valorização da profissão. “Os advogados de Colinas vêm enfrentando ao longo do tempo desrespeito de algumas autoridades locais, então hoje é um marco histórico para a advocacia local e tocantinense porque demonstra o compromisso da OAB-TO de defender as prerrogativas da advocacia em todo o Estado, e, por conseguinte, o direito de defesa do cidadão”, defendeu o presidente da Subseção de Colinas, Wylly Rêgo.

Nós entendemos que o advogado é parte de um todo. Não importa onde ele esteja, nós faremos valer aquela máxima: onde existir uma violação de prerrogativas a OAB-TO estará lá para defender a advocacia. Essa interiorização das ações em defesa da classe, em todos os rincões do Estado, sem dúvida é prioridade para a Ordem”, apontou Paulo Roberto.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.