Em Palmas

Advogados do Tocantins protestam contra o fim da Justiça do Trabalho no Brasil

O ato em Palmas ocorreu em frente ao Fórum Trabalhista e finalizou com um abraço coletivo.

Por Weslene Rocha 806
Comentários (0)

22/01/2019 09h19 - Atualizado há 3 meses
A ação pede continuidade da Justiça do Trabalho

Palmas foi uma das 34 cidades que participaram da manifestação contra o possível fim da Justiça do Trabalho, nesta segunda-feira (21). O ato na capital ocorreu em frente ao Fórum Trabalhista.

Para o presidente da Associação Tocantinense de Advogados Trabalhistas, Leonardo Maciel, os movimentos têm o intuito de manifestar o apoio à Justiça do Trabalho e aos direitos sociais dos trabalhadores.

“Estamos nos colocando contra todo e qualquer ato do Governo Federal que venha excluir ou reduzir tanto a estrutura da Justiça do Trabalho como os direitos da classe trabalhadora”, disse.

O ato finalizou com um abraço coletivo no entorno do Fórum. "O abraço é a simbologia de proteção que estamos tendo neste momento”, concluiu Leonardo Maciel.

A manifestação foi organizada pela Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (Abrat) após a declaração do presidente Jair Bolsonaro (PSL) sobre a possibilidade de extinguir a Justiça Trabalhista. O ato também contou com participação da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 10ª Região - DF/TO – (Amatra).

Além disso, a manifestação ainda contou com o apoio de movimentos sociais e sindicais, presidentes e representantes de instituições similares.

Segundo a Abrat, um grande ato nacional em defesa da Justiça do Trabalho vai ocorrer no próximo dia 5 de fevereiro, em Brasília.

Manifestação em Palmas
O protesto ocorreu em várias cidades do Brasil
Abraço coletivo
Protesto em Palmas

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.