Tocantins

Ao todo, Carlesse dispensa cerca de 170 servidores da SSP, Detran e outros órgãos

Entre os delegados exonerados está Bruno Boaventura, responsável pela regional de Araguaína.

Por Agnaldo Araujo 4.962
Comentários (0)

17/11/2018 11h23 - Atualizado há 2 anos
SSP

O Governo do Tocantins exonerou e dispensou de funções comissionadas cerca de 170 servidores da Secretaria de Segurança Pública (SSP), incluindo os 12 delegados regionais, conforme o Diário Oficial dessa sexta-feira (16).

Foram exonerados dois assessores especiais do gabinete do governador, a Gerente de Transparência e Combate à Corrupção, assessora de planejamento do Detran e sete assessores especiais da SSP. Ainda forma dispensados 151 servidores de funções comissionadas também da ssegurança pública e outros 15 da Agência de Metrologia, Avaliação da Conformidade, Inovação e Tecnologia (AEM-TO).

NOTA DO GOVERNO DO ESTADO

"O Governo do Estado do Tocantins informa que prossegue realizando medidas para redução de despesas visando o equilíbrio das contas públicas, o enquadramento do Estado na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a ascensão para avaliação B, da Secretaria do Tesouro Nacional.

Para isso, foram implementadas medidas como a redução de gastos com diárias, combustível, energia elétrica e passagens, além de outras despesas desta natureza.

Desde o início da gestão, uma prioridade vem sendo a redução de gasto com pessoal, já tendo obtido, em pouco tempo, uma redução de mais de 3% somente no segundo quadrimestre do ano.

A partir dessa sexta-feira, 16, o Governo do Estado dá início a mais uma etapa do cumprimento destas medidas, visando a redução de gastos. E de acordo com às determinações da LRF, passa a publicar a diminuição do número de servidores ocupantes de cargos em comissão, funções comissionadas e contratos temporários, sem prejuízo às atividades desenvolvidas de atendimento à população.

Sobre a decisão administrativa de desligamento dos delegados de polícia de cargos em comissão, também de natureza administrativa, em nada altera a rotina dos mesmos em seus trabalhos de investigação, pois todos prosseguem exercendo integralmente suas atividades, sem qualquer interferência de cunho político que possa atrapalhar ou direcionar o resultado dos trabalhos. O Governo do Estado refuta qualquer tentativa de desvirtuamento do foco de suas medidas, que visam unicamente a redução de despesas e equilíbro das contas públicas.

Reiteramos que todas essas medidas, incluindo a redução drástica de cargos comissionados, fazem parte do plano de governo da atual gestão e são necessárias para reorganização da administração pública, com o objetivo de implantar um novo modelo de gestão, mais enxuto. O Governo seguirá firme no propósito de reenquadramento em uma nova roupagem de economicidade e que, ao mesmo tempo, ofereça melhor eficiência ao cidadão que necessita dos serviços do Estado.

Secretaria de Estado da Comunicação Social

Governo do Tocantins"

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.