Escândalo na saúde

Após escândalo, secretário reúne equipes e Vigilância fiscaliza laboratórios em Araguaína

Gestor cobrou agilidade das equipes na solução dos problemas.

Por Redação
Comentários (0)

13/05/2022 08h57 - Atualizado há 4 dias
Técnicos da SES-TO debatem soluções para exames laboratoriais no Estado

Técnicos da Vigilância Sanitária Estadual estiveram nos laboratórios de Araguaína que prestam serviços à Secretaria Estadual da Saúde (SES), na tarde desta quinta-feira (12), depois do escândalo descoberto por uma operação da Polícia Civil que revelou a existência de laboratórios clandestinos e fantasmas.

A diretora da Vigilância Sanitária Estadual, Amanda Feitosa, afirmou que as equipes farão relatórios destas visitas a fim de embasar a Gestão Estadual em decisões pontuais para garantir qualidade nos serviços prestados.

Após a operação, o Governo do Tocantins quebrou o contrato com o Sicar Laboratórios Eirele, que funcionava em situação totalmente precária em Palmas. No local, a polícia encontrou materiais humanos armazenados em potes de sorvete, margarina, paçoca e de produtos para cabelos. Um médico e dois responsáveis técnicos foram presos em flagrante.

Já em Araguaína, a Polícia Civil encontrou lixo contendo material genético jogado na calçada, na região central da cidade.

VEJA MAIS

 

Ainda nessa quinta-feira, o secretário da Saúde Afonso Piva reuniu as áreas técnicas da Pasta para alinhamento de ações resolutivas para os serviços laboratoriais ofertados aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), no Estado do Tocantins.

Na reunião, o secretário pediu agilidade das equipes na contratação de novos laboratórios. “Precisamos ser ágeis na solução do problema para que a população não seja prejudicada e os pacientes tenham seus diagnósticos em mãos, recebam o tratamento adequado e restaure sua saúde”, disse.

No encontro ficou definido que o Laboratório de Saúde Pública do Tocantins (LACEN-TO) catalogará todas as amostras encontradas na sede do Sicar e avaliará a qualidade do material. Aliado a isso, o órgão também receberá todas as amostras que já foram coletadas pelas unidades hospitalares. 

Para a análise das amostras a SES-TO buscou parceria com a Secretaria de Saúde de Palmas, que analisará a capacidade técnica para atender ao pedido. “Conversamos com o município de Palmas e esperamos uma resposta nos próximos dias. Aliado a isso, nossas equipes estudam a possibilidade de uma requisição administrativa e credenciamento de empresas especializadas”, disse Afonso Piva.

LACEN-TO

Conforme a Secretaria da Saúde, desde o ano passado, o LACEN-TO está se preparando para a realização dos exames de Rastreamento do Câncer de Colo de Útero. Para isso a unidade já tem as equipes treinadas e está em fase final de instalação de equipamentos. “A partir da estruturação do LACEN-TO teremos um serviço de qualidade, com tecnologia inovadora, ofertado pela própria Secretaria, o que reduz custos e tempo na entrega dos resultados”, afirmou a superintendente de Vigilância em Saúde, Perciliana Bezerra.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.