Palmas

Após troca de farpas, reunião entre secretários da Saúde sinaliza trégua e foco na Covid-19

Os secretários tiveram uma reunião para discutir o enfrentamento da pandemia.

Por Conteúdo AF Noticias
Comentários (0)

14/08/2020 10h05 - Atualizado há 1 mês
Durante o encontro os gestores discutiram a implantação do hospital de campanha na capital

Em meio ao aumento substancial do número de casos da Covid-19 em Palmas e o iminente colapso do sistema de saúde da capital, os ânimos institucionais estiveram exaltados entre os gestores estadual e municipal da Saúde.

Após divulgarem notas com críticas recíprocas, um encontro entre o secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini, e a nova secretária municipal da Saúde, Valéria Silva Paranaguá, parece ter sido uma sinalização de trégua.

O encontro ocorreu nesta quinta-feira (13) na sede da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para discutir a implantação, quase tardia, de um Hospital de Campanha na capital.

Conforme anunciado por Tollini, o Tocantins contará, em breve, com 70 novos leitos, clínicos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), que serão abertos no Hospital Estadual de Combate à Covid-19, em Palmas.

"O encontro foi bastante produtivo, pois aproveitamos o momento para verificarmos as demandas atuais do município de Palmas, e no primeiro momento traçar objetivos conjuntos para ofertar um melhor o atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde da cidade", ressaltou Edgar Tollini.

A gestora da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) de Palmas, Valéria Paranaguá, também comentou. "A intenção da visita foi me colocar à disposição da pasta, abrindo canais de comunicação, pois precisamos trabalhar em parceria, saúde não tem gestão, não têm esfera, a gente sempre conta com o apoio de todas as gestões do Governo".

Palmas

Palmas contabiliza 7.722 casos confirmados de Covid-19, com 4.402 pacientes recuperados e 62 óbitos, conforme o Boletim Epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (13). 

Conforme o boletim, 53 pacientes estão internados e a taxa de ocupação hospitalar é de quase 85%. Apesar do crescimento recente do número de óbitos causados pela doença, a taxa de letalidade na capital é de 0,8%.

Dos 53 moradores de Palmas que esstão internados com a Covid-19, 30 são graves e 23 são estáveis. Outros 62 moradores da cidade foram internados com suspeita da doença. Sobre pacientes de outras localidades internados em Palmas, 49 foram internados em decorrência do vírus, sendo 37 graves e 12 estáveis, além de outros três pacientes internados com suspeita da doença.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.