Moisés da Sercon

Assassinato de prefeito no Tocantins completa um ano sem solução; familiares vão fechar BR-153

O protesto irá ocorrer na BR-153, entre os municípios de Miranorte e Rio dos Bois.

Por Redação 1.114
Comentários (0)

28/08/2019 10h22 - Atualizado há 1 ano
Moisés da Sercon

Familiares e amigos de Moisés da Sercon, ex-prefeito de Miracema do Tocantins assassinado com um tiro na cabeça em 30 de agosto de 2018, vão realizar um novo protesto para cobrar a elucidação do caso.

O ato ocorrerá na BR-153, entre os municípios de Miranorte e Rio dos Bois, nesta sexta-feira (30), data em que o crime completa um ano sem nenhuma novidade nas investigações.

O início da concentração será às 8h no Posto Tupi com a entrega de panfletos. Já às 19h haverá a interdição da BR-153. A manifestação será pacífica.

Além do protesto, também haverá missa em solenidade de um ano de falecimento do prefeito na Igreja Santa Terezinha, às 19h, em Miracema. 

O CRIME

O ex-prefeito Moisés da Sercon foi encontrado morto no dia 30 de agosto de 2018. O corpo estava dentro da própria caminhonete ao lado de um revólver calibre 38 e apresentava um tiro no ouvido.

O veículo estava numa estrada vicinal que liga Miranorte a Rio dos Bois. A Polícia Civil montou uma força-tarefa para investigar o crime, mas o mistério continua.

+ O que significa o silêncio no caso Moisés da Sercon? Crime completa 10 meses de mistério

+ Campanha nacional é lançada para desvendar morte de prefeito no Tocantins: 'O Brasil quer saber'

+ Com silêncio da Polícia Civil, família de prefeito assassinado vai contratar detetive particular

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.