Protestos

Bolsonaro e Tarcísio pedem liberação de rodovias; BR-153 tem três pontos de bloqueio

Presidente gravou áudio e depois o ministro fez um vídeo.

Por Redação 2.499
Comentários (0)

09/09/2021 08h24 - Atualizado há 1 mês
Bloqueio da BR-153 em Araguaína na manhã desta quinta-feira (9)

O presidente Jair Bolsonaro gravou um áudio pedindo aos caminhoneiros que liberem as estradas do país. Rodovias estão bloqueadas em pelo menos 15 estados. No Tocantins, a BR-153, que corta o estado de norte a sul, tem bloqueios em Araguaína, Paraíso e Gurupi, segundo informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) na manhã desta quinta-feira (9/9).

No apelo aos caminhoneiros, Bolsonaro diz que a ação "atrapalha a economia" e "prejudica todo mundo, em especial, os mais pobres".

Bloqueios atrapalham a economia, provocam desabastecimento, inflação, prejudicam todo mundo, em especial os mais pobres. Dá um toque, se possível, para liberar (as rodovias). Pra gente seguir a normalidade (...) Não é fácil conversar por aqui (em Brasília) com outras autoridades, mas a gente vai fazer nossa parte e buscar uma solução para isso — disse o presidente na gravação.

Como havia desconfiança sobre a veracidade do áudio de Bolsonaro, o ministro da infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, viu-se obrigado a divulgar um vídeo para confirmar que o áudio é do presidente.

“8 de setembro, já passa das 10h38 da noite, e nos grupos de caminhoneiros muita gente está questionando se um áudio que vazou do presidente da República é real e se esse áudio é atual. (…) Esse áudio é real, é de hoje e mostra a preocupação do presidente com a paralisação”, diz Tarcísio no vídeo.

Em seguida, o ministro reforça o apelo de Bolsonaro para que os caminhoneiros bolsonaristas suspendam o protesto. “Essa paralisação ia agravar efeitos na economia, de inflação que ia impactar os mais pobres, os mais vulneráveis. Nós já temos hoje um efeito sobre o preço dos produtos, em função da pandemia, e uma paralisação vai trazer desabastecimento (...) A gente sabe que há uma preocupação de todos com a melhoria da situação do país, com a resolução de problemas graves, mas não podemos tentar resolver um problema criando outro. Peço a todos que ouçam as palavras do presidente — finalizou Freitas.

VEJA

Vídeo

Os caminhoneiros defendem, entre outras pautas, a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e fechamento do Congresso mesmo sem ter previsão constitucional. 

Bloqueio na BR-153 em Gurupi, sul do Tocantins

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.