Censo 2020

Concurso público do IBGE oferta mais de 1.600 vagas só no Tocantins; inscrições estão abertas

O censo demográfico será realizado entre agosto e outubro de 2020.

Por Redação 3.912
Comentários (0)

05/03/2020 14h43 - Atualizado há 2 meses
Vagas são temporárias

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai contratar mais 1.627 pessoas para trabalhar no Censo Demográfico 2020 só no Tocantins. Em todo o Brasil, são mais de 208 mil vagas. O edital do concurso foi publicado na manhã desta quinta-feira (5).

As inscrições já estão abertas e terminam no dia 24 deste mês. Elas podem ser feitas no site da banca examinadora, o Cebraspe. A taxa custa R$ 35,80 ou R$ 23,61, dependendo do cargo.

Haverá isenção total desses valores somente para os candidatos amparados pelo Decreto nº 6.135, de 26 de junho de 2007, pelo Decreto nº 6.593, de 2 de outubro de 2008, e pela Lei nº 13.656, de 30 de abril de 2018. 

As vagas serão distribuídas entre os 139 municípios do estado para os cargos de agente censitário supervisor (ACS), agente censitário municipal (ACM) e recenseador.

As provas para ACS e ACM serão realizadas em todos os municípios com vagas no dia 17 de maio. Já o resultado final deve sair em 12 de junho.

Conforme o edital, são 180 vagas para agente censitário supervisor, com retribuição mensal de R$ 1.700,00 e 100 vagas para agente censitário municipal, com retribuição de R$ 2.100,00. Os dois cargos têm como requisito de escolaridade o nível médio completo. 

Vagas temporárias

A previsão é de que a contratação dos aprovados inicie em 15 de junho. A duração do contrato para ACM e ACS será de cinco meses, podendo ser prorrogada, desde que o prazo total não exceda a três anos. 

Os contratos terão vigência de 30 dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por apostilamento, por igual período, estritamente de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. Por questões administrativas, o último contrato poderá ter vigência menor que 30 dias.

A jornada de trabalho de ambas as funções será de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Os contratados terão direito aos auxílios alimentação R$ 458,00, transporte e pré-escolar de R$ 321,00, além de férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação que regulamenta este tipo de contratação.

Recenseador

Já para vaga de recenseador, o IBGE/TO vai contratar 1.347 pessoas nos 139 municípios tocantinenses. A prova está prevista para o dia 24 de maio e o resultado final para o dia 3 de julho. 

A exigência de escolaridade para este cargo é nível fundamental completo e a remuneração varia de acordo com a produtividade, calculada por setor censitário, conforme taxa fixada e de conhecimento prévio pelo recenseador, com base nas quantidades de unidades de estabelecimentos recenseados.

A equipe do IBGE criou um simulador no site (clique aqui) que mostra a estimativa de remuneração do recenseador, de acordo com o município, carga horária, tipo de área (se urbana ou rural). 

O IBGE, porém, destaca que a carga horária é de no mínimo 25 horas por semana, além de participação obrigatória no treinamento, que terá duração de 5 dias.

A convocação para o treinamento e contratação estão previstas para o mês de julho de 2020. A previsão de duração do contrato é de até três meses, podendo ser prorrogado, com base nas necessidades de conclusão das atividades do Censo Demográfico 2020 e na disponibilidade de recursos orçamentários.

Conteúdo das provas

Os candidatos a recenseador farão prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões sobre Ética no Serviço Público e 25 questões de Conhecimentos Técnicos.

Os candidatos a ACM e ACS farão prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração / Situações Gerenciais e 20 questões de Conhecimentos Técnicos.

Censo 2020

Os 1.347 recenseadores vão coletar dados de mais de 500 mil domicílios do Tocantins que vão contribuir para acompanhar o crescimento, a distribuição geográfica e a evolução das características da população ao longo do tempo; identificar áreas de investimentos prioritários; selecionar locais que necessitam de programas de estímulo ao crescimento econômico e desenvolvimento social; além de fornecer subsídios ao Tribunal de Contas da União para o estabelecimento das cotas do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

O Censo Demográfico será realizado entre agosto e outubro de 2020. Os recenseadores, identificados com colete, boné, crachá e Dispositivo Móvel de Coleta (DMC), coletarão as informações através de entrevista direta com perguntas listadas sob a forma de questionário a ser preenchido no DMC.

Qualquer morador capaz de fornecer as respostas do questionário pode atender o recenseador pelos demais moradores daquele domicílio.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.