TCE

Contas de São Bento, Palmeirópolis e Figueirópolis também são reprovadas por falhas

Rejeições são referentes aos exercícios financeiros de 2017 e 2018.

Por Redação 701
Comentários (0)

19/11/2021 06h02 - Atualizado há 2 semanas
Cidade de Figueirópolis

As prefeituras de Palmeirópolis e Figueirópolis e um fundo municipal de São Bento tiveram contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Tocantins (TCE).

De Figueirópolis, o órgão recomendou a rejeição das contas anuais consolidadas referentes ao exercício financeiro de 2018, quando Fernandes Martins Rodrigues era o prefeito.

Entre as irregularidades o TCE apontou divergência entre o valor Total do Ativo do Balanço Patrimonial com o Total do Passivo no valor de R$ 110.682,67; repasse efetuado ao Legislativo referente ao Duodécimo foi de R$ 820.626,18, ficando abaixo do limite mínimo; e déficit orçamentário no valor de R$ 348.163,19

Já o parecer pela rejeição das contas anuais consolidadas de Palmeirópolis é relativo ao exercício financeiro de 2017, na gestão do prefeito Fábio Pereira Vaz.

Falhas na utilização da receita do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB) estão entre as irregularidades apontadas.

O TCE também julgou irregular a prestação de contas de ordenador de despesas do Fundo Municipal de Saúde de São Bento por falhas no exercício financeiro de 2018, sob responsabilidade de Maria dos Santos Macedo de Oliveira Santos, gestora na época.

O órgão apontou déficit orçamentário no valor de R$ 309.068,27 e multou Maria dos Santos em R$ 1 mil.

Os julgamentos podem ser conferidos no Boletim Ofical do TCE nº 2893.

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.